Escrever o que sinto

“Se escrevo o que sinto é porque assim diminuo a febre de sentir.”

— Trecho do Livro do Desassossego — Bernardo Soares (heterônimo de Fernando Pessoa)