Manhã seguinte

Chega às oito, almoça ao meio dia, volta às treze e ao marcar dezessete horas no relógio se levanta e segue o rumo pra casa. Chega em casa às 18:30. Toma um banho. Dá um beijo na esposa. Está cansado, o ônibus estava cheio. Pessoas reclamando, pessoas suando, pessoas não lhe interessam, não naquele momento, e talvez em nenhum outro.

A esposa quer conversar. Ele quer ficar quieto. Ela quer assistir TV. Ele quer ler. Ela quer dormir. Ele quer morrer.

Acorda na manhã seguinte, a vida continua, as coisas se repetem.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.