Enquanto governo reprime, artistas fazem canção dedicada aos estudantes

Foto: Marcos Fantini/Democratize

Artistas como Chico Buarque, Paulo Miklos, Zélia Duncan e Dado Villa-Lobos marcaram presença na gravação da música ‘Trono do Estudar’, dedicada aos estudantes secundaristas e sua mobilização tanto em São Paulo quanto em Goiás. Do outro lado, sobra a mão repressora do estado, comandada pelo governador Geraldo Alckmin.

Mais de 200 escolas ocupadas, protestos nas principais vias da cidade, dezenas de presos e feridos, e uma vitória “temporária”. Os estudantes secundaristas de São Paulo conseguiram tornar o ano de 2015 algo inesquecível e principalmente melhor, depois de meses de uma novela entre a tragédia e a farsa que se tornou a real politik no Brasil.

Fator marcante que comprova a vitória dos estudantes contra o projeto de reorganização do ensino — leia-se: fechamento de escolas — do governador Geraldo Alckmin é a opinião pública. Mais da metade da população em São Paulo se colocou a favor da luta dos secundaristas através das ocupações e dos protestos, conforme pesquisa do Datafolha, que também mostrou uma enorme queda de popularidade do governador tucano após as imagens de policiais fardados agredindo estudantes pacíficos circularem ao redor do Brasil e do mundo.

Diante disso, artistas como Chico Buarque, Paulo Miklos, Lucas da banda Fresno, Zélia Duncan e o ex-Legião Urbana, Dado Villa-Lobos, resolveram participar da gravação da música ‘Trono do Estudar’, dedicada aos estudantes secundaristas e sua jornada de lutas.

Saca só o resultado.