Temer pode unificar o país — contra ele mesmo

Foto: Lula Marques/Agência PT

Pesquisa IBOPE revelou que apenas 8% dos entrevistados querem a permanência de Michel Temer como presidente do país. Outros 62% desejam novas eleições.


Divulgada em abril, a última pesquisa IBOPE revelou o que as ruas têm mostrado: a maior parte da população brasileira não deseja Temer como presidente do país.

E não poderia ser diferente. O governo interino de Michel Temer em uma semana conseguiu a proeza de não eleger nenhuma mulher como ministra. Foi além, de negro no governo não restou sequer o garçom, sob a ‘acusação’ de ser petista — ainda que fosse improvável que um garçom fosse capaz de sabotar o governo provisório (talvez servindo café frio?).

Em menos de 15 dias Michel Temer e seus ministros encerraram o MinC (agora, ao que parece, voltará atrás da decisão, diante da pressão de Renan Calheiros), tiraram a independência da CGU, demitiram — violando uma lei — a presidência da EBC, ameaçaram cortar o SUS, disseram que a constituição tem direitos demais, revogaram a construção de 11 mil unidades habitacionais para movimentos sem-teto, ameaçaram cobrar mensalidades em universidades públicas, colocaram 7 investigados em cargos de ministros, deram passaporte diplomático a pastores investigados pela justiça, enfim, um sem número de medidas que vão em direção contrária à população.

Ainda segundo a pesquisa IBOPE, 25% dos entrevistados pedem a volta de Dilma, enquanto a maior parte da população (62%) acham que a solução para as crises política e econômica é uma nova eleição.

Foto: Daniel Arroyo/Democratize

Preocupante

O que realmente preocupa na pesquisa, no entanto, é o pouco apreço à democracia. Segundo a pesquisa apenas 40% dos entrevistados disseram preferir “a democracia” diante de quaisquer outros regimes. 34% dos entrevistados pensam que dá na mesma ter uma democracia ou um regime autoritário.

A conclusão é que as esquerdas no Brasil ainda têm muito trabalho pela frente. Bolsonaros, Felicianos e Cunhas ganham cada vez mais espaço, fazendo com que as pautas conservadoras fiquem cada dia mais em evidência.

O governo interino de Temer talvez seja a resposta para finalmente o Brasil se unificar. 87% gritando “Fora Temer” não é coisa fácil de esconder.


De Victor Amatucci, editor do ImprenÇa, exclusivo para Democratize

Like what you read? Give Democratize a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.