Sem compromisso

Se não é possível pré determinar quais os resultados de uma ação, a única forma de conhecê-los é agindo.

Você precisa tomar essa decisão importante: qual profissão seguir, qual negócio abrir, trocar ou começar um curso, enfim, algo que vai influenciar bastante a sua vida nos próximos meses ou anos.

O problema é que as duas (ou mais) opções são igualmente válidas; todas têm prós e contras consideráveis, e você simplesmente trava sem saber por qual caminho deve seguir.

Essa ansiedade quando precisamos fazer uma escolha difícil é muito mais comum do que parece, duas opções igualmente boas (ou igualmente ruins) fazem com que o nosso cérebro simplesmente trave.

Pode parecer que isso acontece porque temos um desejo muito grande de fazer a escolha certa, mas o que ocorre na maioria das vezes é que temos medo de tomar a decisão errada — o que nos prende no infinito ciclo do e se.

Nossa mente entra em loop com perguntas do tipo: E se eu me arrepender? E se a minha família não gostar? E se meu amigo, que escolheu a outra opção, tiver mais sucesso? E se demorar muito até dar resultado?

Você leva dias, ou semanas, tentando limpar todos os e se que atacam seu pensamento, e quando todos eles desaparecem, deita para finalmente ter uma noite tranquila, sabendo que já decidiu o que fazer, e amanhã irá colocar o plano em prática.

Mas pouco antes de dormir, quando tudo está em perfeita calma, surge uma luz vermelha piscando dentro dos seus olhos!

E se eu não for bom o suficiente?

Felizmente existe uma maneira para vencer o infinito ciclo do e se. Você precisa ir o quanto antes para a prática.

Acontece que enquanto você simplesmente pensar sobre o que pode fazer, é impossível ganhar essa batalha.

Todas essas perguntas são, de uma forma didática, soldadinhos controlados pela ansiedade. Ela é um monstro que se esconde dentro da nossa cabeça, e o infinito ciclo do e se é uma das suas principais estratégias de ataque.

O problema é que esse monstro se alimenta de pensamentos — ou melhor, do combate entre eles. Quanto mais você tentar responder a cada dúvida que a ansiedade cria, mais poderosa ela se torna.

A melhor maneira de vencer, ao menos na minha experiência, sempre foi o ataque surpresa. Se o inimigo sabe cada um dos seus planos no exato momento em que você pensa neles, é preciso confiar em si mesmo(a) e partir para o combate A-G-O-R-A.

Deixando para trás todo esse papo de batalha — que eu sinceramente espero que faça tanto sentido para você enquanto lê como faz pra mim enquanto escrevo! — o que você precisa fazer é testar uma das duas opções; seja por um dia, uma semana ou um mês.

Um mês testando uma possibilidade para no final descobrir que não era a melhor dificilmente tem um custo maior do que um mês; mas como recompensa, você poderá ter 110% de certeza sobre seguir o outro caminho.

E aí, acha que vale à pena?

Então faça uma aula do curso, passe uma semana trabalhando de graça em uma empresa no ramo em que você quer empreender, passe um dia acompanhando o trabalho daquele seu tio que trabalha com uma das opções que você pretende seguir.

Se não é possível pré determinar quais os resultados de uma ação, a única forma de conhecê-los é agindo e provando o sabor da experiência, ao invés de imaginar como ele será enquanto olha a receita.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.