A Atitude Mais Importante na Vida que Ninguém Te Ensinou


Quando estamos mal, é como se alguém estivesse nos estrangulando no pescoço.

Ficamos nos debatendo e, de uma maneira desesperadora, ficamos implorando para que alguém nos tire dali.

Ou que aquela pessoa pare de fazer aquilo.

Nessa metáfora, eu diria que a pessoa que está nos estrangulando chama-se “nossa vida”.

E é natural que nessa situação, nós reclamemos de absolutamente tudo!

A crise que não me deixa empreender, o governo que só suga, o chefe que enche o saco, o salário ruim, a rotina chata.

E eu falo de tudo isso de coração aberto porque passei exatamente por essa situação.

E, quanto mais força eu fazia, quanto mais reclamava, mais surgiam situações para me atormentar.

Mais do mesmo…

Foi depois de muito me debater, de muito me maltratar digamos, que eu percebi uma verdade meio óbvia, mas que por egocentrismo acabamos não assumindo isso:

Sempre que temos um problema em nossas vidas, a única coisa que está sempre presente somos nós mesmos!

Em termos práticos, o que isso significa?

Significa que tudo, absolutamente tudo que acontece em minha vida, eu tenho responsabilidade direta por aquilo estar acontecendo!

Isso causa uma verdadeira reviravolta no jogo da vida.

Primeiro, a maioria das pessoas não muda de vida e continua vivendo algo que não gosta por conta disso. Porque é difícil assumir que tudo de “ruim” que está nossa vida é, de algum modo, responsabilidade nossa.

Isso é assinar o atestado de incompetência (pelo menos na minha cabeça era assim).

É dizer, de uma vez por todas, “ok, eu assumo isso!”

Porém, isso na verdade, tem um efeito libertador!

Se deixarmos o nosso ego de lado e simplesmente assumirmos o papel de ator principal da vida e não de “passageiro da agonia”, começarmos a mudar em nós mesmos pensamentos, sentimentos, emoções, fazer uma limpeza de tudo que enfiaram até hoje nas nossas cabeças;

A consequência disso é uma drástica mudança de vida em pouquíssimo tempo!

Isso lhe dá enormes poderes de duas formas:

1- você está no controle, logo, toda e qualquer mudança depende única e exclusivamente de você!

2- O Universo começará a responder a “seus comandos”, ou seja, toda e qualquer ação que você fizer conscientemente, surgirão consequências disso na mesma frequência.

É a velha máxima do colher aquilo que se planta.

Quando eu percebi que eu estava internamente com estados de raiva, irritação e revolta com o mundo, na verdade o importante não era o objeto que provocava essas emoções (governo, crise, chefe…), mas sim o que eu estava sentindo! Ou seja, o que eu estava plantando.

O que mais eu poderia colher senão raiva, irritação e revolta!

É como se eu estivesse dizendo para o Universo: “oh, manda mais situações pra eu continuar assim tá!”

Não dá pra colher batatas se eu só planto chuchu.

Então, a simples mudança de assumir 100% de tudo que acontece em nossas vidas, causa uma mudança de vida drástica e acelera esse processo.

A situação que você não aguenta mais estar começa a mudar. Ou ela muda, ou ela some.

Foi o que aconteceu comigo.

Um exemplo para ilustrar é que eu estava com dois chefes ruins antes de abandonar minha carreira pública. Quando fui trabalhar numa empresa, surgiram também dois chefes tão ruins quanto.

Assim que percebi tudo isso que compartilhei nesse texto e assumir 100% da responsabilidade sobre o que eu estava manifestando, eu simplesmente mudei de setor… não pedi nada, apenas aconteceu.

Assumir 100% da responsabilidade sobre sua vida é o passo nr 1 para o início da jornada do autoconhecimento e espiritual. É libertador!