A vida não precisa ser difícil…

Escrevo este texto numa sexta-feira. Acredito que boa parte das pessoas devem estar dizendo: ainda bem que acabou mais uma difícil semana…

Entra aqui como ator principal o drama.

Sim, adoramos ser dramáticos… essa vitória foi com muita luta, suor e sacrifício…

Em muitos momentos da minha vida me fizeram crer que aquilo que eu estava fazendo era muito difícil, ralado, sofrido.

Depois percebi que isso é apenas um ponto de vista. Apenas um mapa na cabeça das pessoas que não representa a realidade.

Por exemplo, estudar pra mim sempre foi algo prazeroso, mas por conta de convicções da maioria, achava que isso deveria ser sofrido, sacrificante e doloroso.

Se não fosse assim, nada disso teria valor…

Então, eu comecei a me questionar… por que algo fácil não pode ter valor? Por que colocaram na nossa cabeça que grandes conquistas tem que ser difícil e abaixo de mal tempo?

O que torna uma conquista grandiosa? Quais são nossas referências para isso e de onde estamos falando?

Ganhar 20 mil reais pra muitos pode ser uma enorme conquista na carreira, para outros esse valor é apenas o condomínio, escola dos filhos e a conta de luz.

Essa coisa de que conquistas grandiosas vem somente com muita luta esforço e sacrifícios é uma das maiores mentiras que eu caí na minha vida…

E como é bom se libertar disso…

Percebi que a vida não precisa ser difícil.

O motivo para dizermos isso é afagar nosso ego, para nos sentirmos pessoas importantes e, com isso, perceber-se como alguém com um valor dentro de um grupo ou contexto.

O fato de dizer que tudo foi árduo pode refletir numa sensação profunda de carência, da necessidade em termos esses dramas para autoafirmar-se e preencher a necessidade básica do ser humano de significado.

Sou alguém… sou alguém importante… sou alguém que realizou x, y, z.

Só que esqueceram de nos dizer que a vida não precisa ser assim… e que não somos nada disso que dizem que somos.

Entendi que, ao compreendermos como funciona nossos mecanismos internos e, principalmente, como o nosso ego trabalha e como sair dessas ardilosas armadilhas construídas por nós mesmos, podemos nos elevar a um novo plano de consciência e, por fim, deixar todo esse peso que um dia nos colocaram.

Novamente afirmo: a vida não precisa ser difícil.

Não precisamos de provações e mais provações para que nosso valor aqui nesse mundo seja reconhecido.

Basta que sejamos quem verdadeiramente somos para isso…

Isso não quer dizer que não podemos ter qualificações, habilidades específicas, cursos das mais diversas áreas, mas que o fato de ter qualquer coisa dessas não pode caracterizar o que somos, seria um erro de generalização.

Aí pode estar um passo difícil de ser dado pela maioria.

Para fazer isso é necessária uma boa dose de coragem…

Andar no mundo sem máscaras, sem armaduras, sem ser alguém porque tem um título ou uma formação, é tarefa para poucos ainda, mas quem consegue isso, sente uma profunda sensação de paz e alegria, conectando se a algo muito maior do que podemos chamar de ter “sucesso”.