O que significa seguir em frente?

Quando caímos, falhamos ou os resultados não vêm conforme as nossas expectativas, quando estamos vivendo uma crise por vezes existencial, vem um monte de gente falar coisas que a gente não tá nem um pouco afim de ouvir:

“Você tem que ser forte!”; “confia em Deus”; “isso faz parte da vida”; “você tem que ter força para seguir em frente” são as mais comuns.

Por mais que a intenção da pessoa seja boa e ela esteja fazendo o melhor que pode para nos ajudar, isso muitas vezes é paliativo e pode piorar as coisas, pois, com isso, estamos colocando toda aquela “caca” da vida pra baixo do tapete.

Mas então, o que significa isso tudo? O que significa seguir em frente?

Pra mim, seguir em frente significa não ficar remoendo as coisas do passado que poderiam estar melhores do que hoje. “Ah, se eu tivesse feito X, ou fosse pra o lugar Y…”

É tirar a veste do coitadismo e da vitimização que aprendemos a usar desde criança quando “esperneamos” no chão porque não ganhamos o tal doce que tanto queríamos.

É sair do drama, olhar mais de cima e, ao invés de buscar palavras de consolo que vão reforçar o padrão “derrota”, questionar-se:

O que está acontecendo aqui? Qual o aprendizado que esta situação quer me ensinar? O que o Universo quer que eu aprenda que eu não estou enxergando? Qual a energia e a mola que vai me impulsionar no fim disso tudo?

Isso vai muito além de um simplista “pensar positivo”, isso é ter coragem de enfrentar os monstros que nos atormentam por dentro e que estão atrapalhando a nossa vida.

É entender que um ciclo pode estar se encerrando na minha vida com esses acontecimentos, muito bem expressado nos versos do meu amigo Paulo Apollo em “fechando ciclos”

“Queimo aqui nessa fogueira, o passado sem sentido

Todo lixo que trago comigo queimo aqui pra nunca mais.

Queimo aqui nessa fogueira, as cascas das feridas

O que trouxe dor a vida nessas chamas se esvai

Hoje são só cinzas, mas que servirão de adubo

Pra plantar meu novo mundo, cheio de amor e paz.”

Seguir em frente significa iniciar um novo ciclo, com um mundo de infinitas possibilidades a minha frente, onde eu posso fazer o que eu quiser e, acima de tudo, ser quem verdadeiramente sou.

Sem amarras, sem medo de ser feliz e com a consciência de que desafios e obstáculos sempre estarão disponíveis para que possamos crescer com eles e nos auxiliar na orientação do rumo que queremos dar para nossa vida.