A escassez de recursos promove a união

O que fazer quando faltam pessoas?

Final de 2015 chegando, tarefas importantes a serem cumpridas e novos problemas sendo explorados.

Foi nesse contexto que nos encontrávamos quando aconteceu o Interaction South America 2015, fazendo grande parte do time de UX se ausentar da empresa. Um cenário atípico porém motivador. Com o time reduzido surgiu a necessidade de nos organizarmos e unirmos para concluir todas as tarefas sem perdermos a qualidade de design que sempre buscamos.

Essa semana de escassez nos rendeu lições preciosas que nos ajudaram a desenvolver ainda mais o nosso processo. E é com prazer que compartilhamos esse aprendizado!

1. A importância da "Guilda de Design"

Guilda é um conceito que tem dado muito certo no nosso ambiente. Temos designers alocados em cada time trabalhando nas suas tarefas e a guilda é o local onde todos podem se reunir para trocar conhecimento e amadurecer suas ideias.

Cada vez mais nos percebemos o quanto a nossa guilda é importante para a qualidade do design feito aqui. Com a guilda podemos validar hipóteses e riscos no começo do processo, evitando o desperdício de tempo (outro recurso escasso nos dias de hoje).

A proximidade de sentarmos juntos e discutirmos os trabalhos nos possibilitou enxergar pontos de vista diferentes e chegarmos à soluções mais maduras.

2. Não tenha vergonha de pedir ajuda!

Uma das maiores lições que aprendi nesse período foi a importância da ajuda.

No processo de design precisamos de pesquisas, validações, prototipações e testes de usabilidade. Mas o processo de design não precisa ser ao estilo "Lone Wolf". Nós encontramos MUITO valor na ajuda de pessoas de outras áreas como a nossa User Researcher, que carinhosamente fez os testes de usabilidade necessários. E isso foi incrível! Não só nos garantiu mais tempo para pesquisar e refinar os entregáveis, mas foi muito efetivo, trazendo feedbacks em quantidade e com qualidade.

Nos pontos vermelhos temos os comentários do time de design e de desenvolvedores. Os pontos em azul são comentários de usuários anotados pela User Researcher durante testes de usabilidade.

Talvez eu teria chego a uma solução sem a ajuda da guilda. Talvez eu tivesse conseguido feedback de usuários sem a ajuda da User Research. Talvez eu tivesse. Mas com certeza essa solução não seria tão madura quanto uma solução que foi validada com o time todo. Não tenha medo de pedir ajuda, de pedir opiniões.

Desprenda-se do medo de ouvir criticas e trabalhe junto com o seu time, final, vocês são um time!

3. Comunicação nunca é demais!

Ok, estamos com o time reduzido, porém, em comunicação constante, cocriando e compartilhando informação e conhecimento. Mas num período crítico, talvez não seja suficiente.

E foi aí que a comunicação transbordou.

A solução encontrada foi trazer os designers, a User Researcher e o P.O. para um follow up diário. Esses momentos nos ajudaram a evitar erros, garantindo que todos estávamos caminhando na mesma direção, chegando com mais qualidade nos nossos objetivos.

Trabalhar junto traz ótimos resultados!

Lembra do que falei sobre pedir ajuda?

E por último, mas não menos importante…

5. Não desaprenda!

O ISA2015 acabou, os designers voltaram, e então paramos de nos comunicar e trabalhar junto… SÓ QUE NÃO! Essa lição foi muito valiosa, e mudou alguns hábitos dentro do time. Hoje trabalhos mais próximos, mais comunicativos e mais colaborativos ainda!

Quando surgem projetos grandes e complexos, nos unimos em pequenas guildas temporárias para trabalharmos juntos, e o resultado tem sido plenamente satisfatório! Soluções mais maduras, validações mais precisas e usuários mais felizes!

Se você se identificou com esse texto, deixe seu comentário, vamos conversar e amadurecer as ideias! ;)

Bruno B. S.