Redesenho dos ritos de Design: um processo colaborativo na Conta Azul

Apresentamos o processo de criação dos novos ritos do nosso chapter, conduzidos por Design Ops

Guilherme Xavier
Feb 13 · 5 min read

Enquanto time de Design Ops, é nossa missão fornecer as melhores condições para os designers desenvolverem seus projetos de maneira ágil e escalável. Como comentou Dave Malouf, temos de nos esforçar ao máximo para permitir que os designers invistam seu tempo e foco nos projetos que estão desenvolvendo.

Pensando em otimizar as rotinas dos designers e em potencializar suas habilidades, redesenhamos os ritos da equipe de Design da Conta Azul. Neste artigo, contamos os detalhes deste processo. Vamos lá? =)

Parte do time de Design da Conta Azul

Imergindo na Conta Azul

Há pouco mais de um mês, meus dias passaram a ser coloridos em tons de azul. Fui contratado como estagiário do time de Design Ops, para auxiliar especialmente nas atividades de Design System, após participar da Lumos Experience, a Escola de Design da Conta Azul.

Estou muito animado com as funções que vou desempenhar e uma das primeiras demandas que recebi foi conduzir um redesenho dos encontros da Conta Azul Design.

Até então, os designers da equipe tinham em seu calendário dois eventos semanais: a Design Talk (DT) e o Follow Up de Interfaces (FUP), que aconteciam em sequência, às quintas-feiras, durante duas horas.

A Design Talk era um momento para os designers se reunirem e conversarem sobre qualquer assunto referente a Design, como processos e metodologias.

Já a FUP, tinha por objetivo permitir aos designers receberem feedbacks sobre seus projetos, além de garantir um mesmo tom de voz e consistência para as interfaces.

Mas o que aconteceu?

Esse modelo estava sendo aplicado da mesma maneira havia dois anos, salvo algumas modificações pontuais. Nesse período, muita coisa mudou. As visões da Conta Azul evoluíram e os desafios da plataforma cresceram.

Consequentemente, o chapter de Design aumentou (e muito), passamos de oito para 25 pessoas e contando… Por isso, alinhar as agendas da equipe de Design com as de suas squads, tornou-se tarefa difícil para os designers.

Sentimos, então, que precisávamos de processos mais eficientes. Para tanto, um redesenho dos ritos do chapter de Design da Conta Azul se fazia necessário.

Investigação e hipóteses

Neste contexto, iniciamos um processo de investigação. Primeiramente, analisamos o calendário das pessoas de Design, com o objetivo de encontrar os melhores horários para cada uma.

Logo de cara, ficou claro que essa tarefa não seria fácil. Por mera curiosidade, tentamos marcar um evento no Google Calendar convidando todo o chapter. Para a nossa surpresa, o sistema nos alertou que apenas em fevereiro de 2020 todos conseguiriam participar. Muito animados por essa previsão (#sqn), fomos a campo!

Conversamos com os designers e ouvimos suas opiniões. Descobrimos, assim, quais eram os momentos UAU e UÓ dos encontros. Também disparamos uma pesquisa anônima e tomamos nota das ideias sugeridas para usarmos como bússola na elaboração de hipóteses.

Para completar, realizamos benchmarks e estudamos diferentes práticas de sucesso que estão sendo aplicadas no mercado. Munidos desses ricos insumos, começamos a elaborar as novas propostas para os encontros do chapter.

Apresentando as propostas

Ao longo da construção dos novos ritos continuamos a conversar com algumas pessoas da equipe a fim de refinar nossas propostas de soluções. Foi um processo criativo desafiador, mas, ao mesmo tempo, muito divertido. Isso porque tivemos liberdade para de pensar fora da caixa e sugerir opções que realmente favorecessem o dia a dia dos designers. Chegamos ao fim desse ciclo com três propostas para serem analisadas e votadas pelo grupo.

Urna e cédulas de votação

Organizamos uma reunião extraordinária (no sentido de "incrível", mesmo) e convidamos todo o chapter de Design. Nesse dia, apresentamos as propostas uma a uma, explicamos como funcionariam as rotinas dos designers em cada opção e esclarecemos as dúvidas que surgiram.

A dinâmica desse encontro foi interessante. Era possível sentir que as soluções trazidas à mesa iam ao encontro das dores que os designers tinham.

Uma vez que as propostas foram apresentadas, iniciamos a votação. Cada designer teve direito a um voto. A apuração foi pura energia e o resultado foi expressivo: a terceira alternativa venceu o pleito com mais de 95% dos votos.

Habemus Ritus!

A proposta vencedora

Ao propormos mudanças nos ritos, queríamos algo que se encaixasse melhor na concorrida agenda dos designers e que se adequasse às suas atividades de squad. Não pretendíamos perder, no entanto, o espaço já conquistado para realizar workshops, debates, capacitações, atividades práticas e rodas de conversa sobre os mais diversos assuntos.

Surgiu assim a UX Talk, rito quinzenal e obrigatório na agenda de todos os designers. Uma releitura da antiga DT, com espaço para conversarmos sobre assuntos referentes a Design, mas para, sobretudo, trazer mais sinergia ao grupo.

A cada quinze dias, intercalando com a UX Talk, acontecerão os encontros do Grupo de Pesquisa da Conta Azul. Esse encontro, que já possuía seus ritos e visão bem definidos, teve apenas seu horário alterado para que mais designers possam participar. A ideia é aumentar o interesse das pessoas pela pesquisa e disseminar tal cultura por toda a empresa.

Seguindo com as mudanças, remodelamos as FUPs. A alteração mais significativa é que este evento não será mais semanal e não envolverá todo o chapter de Design. Ele acontecerá dentro das squads em que os designers estão inseridos, contando com a presença dos pares que eles julgarem necessários. A intenção, com isto, é lhes dar maior liberdade e flexibilidade. Assim, eles agendarão os encontros quando sentirem necessidade.

A fim de trazer mais objetividade e de coletar feedback construtivos, utilizaremos, nesse novo rito proposto aos designers, a metodologia Design Critique.

Fechando o pacote de mudanças, inspirados nas boas práticas da Nubank, elaboramos a nossa própria versão do Design Day, encontro que propõe um dia diferente na rotina dos designers. Nesta data, que ocorrerá uma vez por trimestre, todos trabalharão em suas próprias demandas até às 16h, num espaço de cowork dentro da própria Conta Azul.

Depois disso, uma edição especial da UX Talk acontecerá e, o dia termina com um happy hour. A ideia deste dia é proporcionar troca de experiências, ideias e conteúdo, e possibilitar a integração do chapter.

Além dos ritos específicos de Design, os designers participam de reuniões de produto, as Product Talks. Encontro no qual designers e gestores de produto buscam o alinhamento na visão da plataforma em desenvolvimento.

O que vem por aí?

Agora, nossas rotinas estão de acordo com o novo contexto ao qual estamos inseridos. Desse modo, potencializamos as habilidades dos designers, ao passo que eles têm mais liberdade para realizar. A partir de agora, temos um novo desafio: garantir a aplicação dos novos métodos e auxiliar os designers nesse período experimental. E que o caminho seja divertido!

Obrigado por ler!

Adoraríamos ouvir a sua opinião sobre este artigo. O que você tem visto e lido por aí? A sua equipe também tem rituais de Design bem definidos? Se quiser, deixe seus comentários aqui neste artigo para trocarmos uma ideia sobre o assunto.

E aí, gostou? Não esquece de 👏

Conta Azul Design

Conectando donos de negócio e contadores por meio do Design. Somos o chapter de Design da Conta Azul.

Guilherme Xavier

Written by

Design System Ops @ Conta Azul

Conta Azul Design

Conectando donos de negócio e contadores por meio do Design. Somos o chapter de Design da Conta Azul.