A Abordagem do Design e o Novo RH — O RH Inovador

Qual é o caminho para o RH inovar?

Publicamos recentemente uma pílula de conhecimento sobre o tema “A Abordagem do Design e o Novo RH — Desafios do RH”, cujo o objetivo foi trazer a tona o contexto repleto de desafios em que vivem as organizações, e consequentemente, as áreas de Recursos Humanos.

Nesta segunda pílula, queremos propor um caminho para que o RH possa inovar e contribuir como um acelerador das mudanças que organizações necessitam passar frente aos diversos imperativos de negócio da atualidade.

Quando falamos sobre “imperativos de negócio” fazemos menção aos movimentos que já estão acontecendo na sociedade e no mercado e que irão, mais cedo ou mais tarde, impactar profundamente as organizações. Como exemplo destes imperativos, podemos citar a revolução digital, os novos e mais rápidos players de mercado, a ascensão da inteligência artificial, a busca pelo sentido e propósito no trabalho, a gig economy, o desafio da convivência geracional, a busca pela melhoria da experiência do cliente, a questões éticas relacionadas à transparência e confiança, entre tantas outras.

Estes imperativos têm atuado como forças de ruptura, fazendo com que modelos de negócio e de gestão obsoletos sejam descontinuados.

Frente a estes imperativos a necessidade de se reinventar se torna emergente. Logo, é preciso inovar.

Mas o que significa inovar? O que é inovação afinal? Além de ser uma palavra em evidência e presente nos valores corporativos da grande maioria das organizações, esta palavra tem inúmeros entendimentos dependendo do contexto em que ela é empregada.

Usando uma definição simples e objetiva, inovar é a capacidade de gerar valor percebido, pois a inovação tem muito mais a ver com a percepção e experiência das pessoas do que com as coisas ou a tecnologia em si.

Se inovação é uma capacidade, inovar depende de um conjunto de elementos estruturantes tais como: estratégia, conhecimento, habilidade, atitude, e processo.

O que temos visto na atualidade é uma busca acelerada por estes elementos estruturantes para inovar. Inúmeras organizações estão colocando a inovação no centro da sua estratégia de negócio, investindo em treinamento e desenvolvimento, criando uma cultura de inovação e instalando processos sistemáticos para inovar.

Como meio para percorrer este caminho rumo à inovação, muitas destas organizações têm optado por usar o Design como abordagem. Esta escolha vem sendo provocada por áreas como TI, Marketing, Produtos e Estratégia e se dá pelo fato de que a Abordagem do Design faz com que as organizações sejam menos centradas em produto e mais centradas nas necessidades e expectativas das pessoas.

Partindo desta ideia e trazendo a área de Recursos Humanos para a cena, vale refletirmos sobre as seguintes questões:

  1. Qual é o papel do RH com relação a inovação nas organizações?
  2. Qual é a estratégia de inovação para o RH?
  3. Qual é o conhecimento, a habilidade e a atitude que o RH possui sobre inovação?
  4. Qual é a abordagem ou processo que o RH domina e maneja para inovar e agregar valor para as pessoas e a organização?

Muito provavelmente cada organização deverá ter as suas respostas, pois estão em contextos e em momentos do seu ciclo de vida particulares, mas o que acreditamos é as áreas de Recursos Humanos tem um papel muito importante frente ao tema inovação, pois o RH é responsável por uma série de processos que impactam diretamente a performance organizacional, tais como recrutamento e seleção, integração, desenvolvimento e capacitação, avaliação de desempenho, cultura e clima organizacional, políticas de cargos e salários, etc.

Por fim, se considerarmos o que foi escrito no início deste texto sobre a descontinuidade de modelos de negócio e de gestão, muito provavelmente o modelo de RH que conhecemos hoje, assim como seus processo precisam ser reinventados mais cedo ou mais tarde, e para isso acreditamos que a Abordagem do Design é um meio poderoso para construir o Novo RH.

Na próxima pílula iremos abordar algumas tendências que já estão sendo trabalhadas por alguns RH’s inovadores.

Assine a newsletter da Livework Brasil!