Vista da Pedra do Urubu, foto por Leo Goldim.

Guarda do Embaú

“Guarda do Embaú, Praia do Evori, nunca mais esquecerei da primeira vez que a vi…”

Ok, na música, da banda “De Falla”, estão falando de uma pessoa (Amanda). Aqui eu me refiro ao lugar em si, tem como esquecer a primeira vez que viu a Guarda ou a Praia do Evori?

Para quem não conhece (está perdendo tempo), a Guarda é uma praia do município de Palhoça/SC. É considerada uma das 10 praias mais bonitas do Brasil (na minha opinião, a primeira).

A Guarda é uma praia única, estilo totalmente alternativo e rústico, a simplicidade impera neste lugar. Ao invés de estrelas de restaurantes e hotéis, as únicas estrelas que importam são as do céu. É muito fácil ver pessoas caminhando pelas ruas (sem asfalto) de roupas simples (bem no estilo surfista ou pescador) e pés descalços.

Não só o estilo da praia foi preservado, como a vegetação e paisagem natural também. As pessoas convivem em total harmonia com o ambiente, principalmente pescadores e surfistas. Durante a época da pesca da tainha — abril até julho — o surf é proibido e todos respeitam.

Quem quiser visitar este pequeno pedaço de paraíso, tem a opção de escolher entre atividades como esportes aquáticos e trilhas/caminhadas. Além de desfrutar de praias e paisagens incríveis.

A praia da Guarda (que deu nome ao lugar) é longa e com areia clara e fina. Para chegar até ela, é preciso atravessar um rio (Rio da Madre), ou nadando ou de barquinho. Quem preferir caminhar ao invés de nadar, é possível seguir uma trilha para o norte até a Praia do Evori.

A região ficou famosa nos anos 70 por causa do surf, é considerado um dos melhores points para surf. Além de ser possível praticar outras modalidades aquáticas (SUP e caiaque) no rio, ou mesmo no mar. Nem mesmo a água gelada é problema para os adeptos dos esportes aquáticos.

Para quem não é muito fã destes esportes, mas gosta de estar em contato com a natureza e admirar paisagens paradisíacas, as alternativas são as trilhas. As mais fáceis levam até a Pedra do Urubu, com uma visão indescritível (a imagem aqui do post fala por si só), ou até a Prainha.

Quem quiser uma trilha mais hard, pode ir até a Praia de Cima, na Praia da Pinheira (praia vizinha), passando por cenários incríveis, entre eles a Praia do Maço e a Praia das Pedras.

Em outros posts vou procurar falar um pouco melhor sobre as trilhas e locais para aproveitar na Guarda. Mas, espero que já tenha dado uma ideia do que é possível encontrar por lá.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.