Dia 34: Casa.


“Uma coisa pedi ao SENHOR e a procuro: que eu possa viver na casa do SENHOR todos os dias da minha vida, para contemplar a bondade do SENHOR e buscar sua orientação no seu templo. Pois no dia da adversidade ele me guardará protegido em sua habitação; no seu tabernáculo me esconderá e me porá em segurança sobre um rochedo.” (Salmos 27:4–5)

Quando moramos com alguém, vemos aquela pessoa, em teoria, todos os dias, podendo isso ser bom ou ruim. Davi pede nesse salmo exatamente o que devemos buscar todos os dias das nossas vidas: estarmos em um relacionamento intimo com Deus, assim como o que temos com as pessoas que vivem no mesmo teto que nós.

A única forma de sermos santos é através de um relacionamento com Deus, que só é possível por meio de Cristo. Nossos corações devem ansiar dia e noite estarmos perto de Deus, sermos santos a maneira como Cristo nos ensinou e sermos iluminados por sua infinita sabedoria.

Mesmo que a nossa santidade nunca seja perfeita, não nessa vida, isso não quer dizer que não devemos busca-la. Alguns cristãos têm de maneira infantil neglicenciado a busca por santidade usando como justificativa o fato de que nunca seremos plenamente santo, isso é verdade, mas somos chamados inúmeras vezes na Bíblia a sermos santos, em sua carta a filipenses Paulo nos chama a desenvolver a nossa salvação que nada mais que é buscarmos fazer aquilo para o que fomos capacitados a fazer pelo poder do Espirito de Deus, pois fomos chamados para sermos santos.

A busca pela nossa santidade pessoal é uma forma de mostrarmos que ansiamos pela nossa eterna estadia no céu, onde absolutamente tudo será santo. É bem incoerente quando alguém que não busca seguir os moldes de Deus dizer que quer ir para o céu, pois lá tudo é absolutamente e perfeitamente santo e se você não deseja ser santo aqui na terra, qual seria seu interesse em um lugar tão majestosamente puro?

Estarmos com Deus também nos dá tamanha segurança, pois nossos corações e desejos estão nas mãos do Senhor de todas as coisas que tem controle sobre absolutamente tudo, até sobre o que não-é. Não existe no universo maior segurança do que a que encontramos em Deus.

Quando a poderosa mão de Deus é por nós, absolutamente nada nessa terra pode nos destruir, pois estamos firmados na única rocha que é verdadeiramente segura. Estarmos próximos de Deus nos traz segurança e santidade, tudo o que um cristão de fato precisa.


Esse texto faz parte de uma serie de textos, se você se interessou (?) pode achar outros como esse aqui “Devocionais de um Tolo”.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Gabriel Carneiro.’s story.