Em livro de estreia, Questlove revela experiências musicais

Na obra, o bandleader/baterista do The Roots conta a sua própria história recordando momentos importantes da arte negra

O conceituado baterista, produtor, co-fundador do The Roots e bandleader do ‘Late Nigth with Jimmy Fallon’, Ahmir “?uestlove” Thompson, lançou em parceria com o editor da New Yorker, Ben Greenman, sua primeira obra literária intitulada Mo’ Meta Blues — The World According To Questlove.

No livro, ele conta a sua própria história recordando momentos importantes da arte negra — Jazz, Hip Hop e cultura Pop — , e revela experiências na vida musical, que inclui sua formação, a criação do The Roots e, até mesmo, desentendimentos com parceiros musicais.

Considerado um dos principais críticos do meio cultural norte-americano, ?uestlove também fala sobre o atual momento do Hip-Hop, analisa as críticas musicais e manifestações culturais. Em resenha publicada na Rolling Stone, Simon Voznic-Levinson diz que o livro do baterista não parece ser o primeiro.“Folheando as páginas, é como se você estivesse conversando com um nerd da música, quem ler vai saber”, comenta.

De acordo com o próprio ?uestlove, Mo’ Meta Blues não é apenas um livro de memórias. “É um diálogo sobre a natureza da memória e da ideia de um homem negro pós-moderno selado com alguns blues pós-modernos. É um livro que questiona o que um livro como Mo ‘Meta blues realmente é”, diz ele na descrição do livro. Lançado no dia 18 de junho nos Estados Unidos, o livro não está disponível em português.


One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.