Humble Beast cria linha própria de café

Agora o Humble Beast — também — está direcionando seus investimentos para a indústria cafeeira. Unindo o amor pela bebida (artificial) mais consumida do planeta com a oportunidade de manter ativo o conceito de não vender música, o selo independente criou a linha de café Left Roasters. Mas o objetivo não é oferecer um simples produto. Para eles, todo o processo tem de estar baseado na perfeição. “Sempre procuramos fazer o melhor em nossas músicas. Dedicamos horas, fins de semana, noites sem dormir e paixão para aperfeiçoar nosso trabalho. Assim como o nosso Deus sacrificou tudo por seu povo, nós também queremos ser modelo de auto sacrifício em nossa busca pela excelência. Isso vale para o nosso café”, diz a marca em comunicado.

Fabricado de forma artesanal pelos próprios artistas do Humble, e, supervisionada por um especialista em torragem, o Left tem seus grãos Santa Emilia cultivados nos solos vulcânicos da Cordillera Del Balsamo em El Salvador, e os Kochere, da categoria premium, provindos da Etiópia.

image

Além do apreço, outro motivo que levou a tradicional gravadora de hip hop, representada por Odd Thomas, Braille e Courtland Urbano, a escolher o café como negócio foi descobrir, através de muitos estudos e observações, que ele tem o “poder” de unir pessoas e impulsionar a criatividade. “Você se torna parte da comunidade quando visita uma cafeteria. Ali, todos compartilham histórias e experiências”, refletem. “Mas o café não se limita a isso. Muitas de nossas ideias e planos surgiram enquanto estávamos reunidos em torno de várias xícaras. Assim, a conversa incentiva o crescimento, a alegria, e a compreensão”.

Na opinião da Humble Beast, tomar café é muito mais que um prazer. “Acreditamos que a beleza da criação de Deus só nos leva a uma compreensão mais profunda e íntima do seu poder. Desta forma, uma deliciosa xícara de café glorifica a Deus.” Inicialmente distribuído somente nos Estados Unidos, o Left possui pacotes para assinaturas mensais ao preço máximo de U$ 16,95 dólares.

Veja o vídeo de apresentação do Left:


_ publicado em 11/01/2015 no GospelBeat.com.br

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.