Diários de Mochila & Sola | Episódio 1

(Foto: Eduardo Herrmann)

Por Rico Machado

Um dia no passado… 08 de novembro de 2012

No princípio era… o homem

Não tinha como ser diferente, o encontro deveria ser na Unisinos, onde tudo começou. Chegamos praticamente juntos; eu e Eduardo Herrmann. Alemão e comprido, ele parece ter um jeito desengonçado de andar (talvez tão aparentemente estranho quanto meu jeito milico de me mover), mas, às vezes, acho que não passa de uma ideia distorcida do olhar. Afinal, a visão tem dessas coisas, torna visível o invisível e real o imaginário.

Meu convite para atravessarmos o continente de leste a oeste veio por acaso e em tom de intimação. Convidei-o e ameacei chamá-lo de covarde caso não aceitasse: aceitou. Se não fosse a grosseria de uma editora bunda mole, Herrmann quem sabe não teria pedido demissão do jornal onde trabalhava, nós não teríamos tomado o derradeiro café na Unisinos, na tarde de hoje, e essa viagem seria um caminho solitário.

Do Atlântico ao Pacífico

Havíamos marcado as datas da trip, que correspondiam rigorosamente às minhas férias. Quando conversamos pessoalmente pela primeira vez sobre a viagem, fiquei impressionado com a organização do Herrmann, ele havia programado cada dia de viagem, de 19 de novembro a 8 de dezembro. Eu sabia previamente onde eu estaria em cada uma das datas.

Café da Unisinos, São Leopoldo, Brasil — 8 de novembro de 2012

De passagem gastaríamos umas 900 Dilmas, de hospedagem outras 400. Pouco até, mas muito para dois jornalistas. O alemão comprou uma mochila, porque amadoristicamente, pensava em viajar com uma mala. Não ia. Era impossível.

Ele ainda precisa fazer um novo documento de identidade, senão é capaz que seja preso em alguma aduana. Não sei se dará tempo, espero que sim. A vida de verdade não precisa de contratos, precisa de convicções. Viajaremos de qualquer jeito. A viagem está marcada, resta-nos a estrada e às margens dela, onde tudo tem um tempo particular, a vida. É preciso desembarcar para viver.

São Leopoldo, 8 de novembro de 2012.