6 Vantagens de encarar uma dieta financeira

faz um tempo que comecei essa história de dieta financeira, como uma forma de tentar me organizar e lidar melhor com a minha grana. Daí, foi um tal de instalar app de finanças, fazer curso grátis de finanças pessoais, ler blogs e mais blogs sobre o assunto, fazer listas e mais listas de desafios financeiros, e por aí vai. Então, surgiu, há seis meses, a ideia de registrar as experiências em um blog, como uma forma de auto incentivo. Bem, o fato é que essa parte ficou meio parada, como vocês podem ver. Mas, apesar de poucos posts, a dieta evoluiu um pouco mais e já consigo ver alguns avanços, como a poupança e investimentos aumentando, fatura do cartão reduzindo e menos tralhas em casa.
Assim, após esses meses de práticas e alguns avanços (que pretendo destrinchar depois), deixo aqui algumas das vantagens que já pude vislumbrar com a minha dietinha financeira :)

1. Ser mais sustentável

Comprar menos significa, no fim das contas, encher menos o mundo de tralhas, vivendo com o necessário e ajudando o meio ambiente. Toneladas de roupas descartáveis, troca-troca de eletrônicos e milhões de bolsas e sapatos só vão fazer com que seu dinheiro vá para o ralo e a sua casa vire uma bagunça. Acho que o minimalismo é mesmo a bola da vez.

2. Sobrar mais para gastar com o que você realmente gosta

Não gastar só por gastar, além de evitar o desperdício, nos deixa com mais grana para comprar aquilo que realmente interessa, que realmente vai nos satisfazer, e não algo que vai nos proporcionar uma alegria momentânea, mas depois vamos encostar em algum lugar da casa. 
Acho que aquela história de “vou gastar hoje, viver tudo hoje porque posso morrer amanhã” não faz muito sentido, pois comprar 10 camisetas todo mês, ou trocar de celular todo ano, por exemplo, não é sinal de felicidade ou de viver melhor, bem pelo contrário.

3. Saber para onde vai o seu dinheiro

Fazer um planejamento financeiro — usando planilha ou aplicativo para acompanhar — é uma ótima forma de saber exatamente para onde vai o seu dinheiro, com o que você mais está gastando, quais os gastos desnecessários e, assim, ter uma ideia geral de como pode aperfeiçoar o orçamento.

4. Organizar a vida e a mente

Assim como arrumar a casa dá aquela sensação de organizar a vida, acredito que se debruçar nas suas contas e deixá-las no eixo pode ser também uma forma de organizar a sua mente, traçando planos e objetivos que, querendo ou não, também envolvem questões financeiras.

5. Segurança

Para mim a sensação de segurança é algo importantíssimo na minha vida, em todos os setores. Então, ver o fundo de emergência aumentando e me sentir resguardada para qualquer imprevisto me proporciona uma sensação muito boa, evitando estresse e ansiedade.

6. Liberdade \o/

Além de tudo isso, acho que ter a vida financeira organizada e um bom caixa para utilizar com as coisas que a gente mais gosta, como viagem, ou para segurar a barra, em caso de desemprego, dá uma sensação de liberdade.

E você, já tentou fazer ou faz alguma dieta financeira? :)