Ana Cecilia Barbosa Alves

Jul 28, 2021

5 min read

Afinal, o que é Jetpack Compose?

Vamos entender a nova aposta do Google

O que é? Quais são os grandes benefícios?

O Jetpack Compose é um framework Android utilizado para criar interfaces de forma declarativa com APIs em Kotlin. Surgiu para suprir uma demanda de longa data dos desenvolvedores: uma maneira moderna e eficiente para desenvolver a camada de UI em aplicações Android.

  • Composable Preview: por meio de uma anotação de @Preview em uma função @Composable, na aba Split e/ou design do Android Studio, é possível visualizar o componente criado;
  • Modo Iterativo: nessa ferramenta, é possível interagir com a visualização no próprio Android Studio e testar diferentes funcionalidades, como alterar o estado de um radiobutton, sem a necessidade de um emulador;
  • Deploy Preview: nesta funcionalidade é possível rodar um @Preview — clicando no ícone do emulador na opção ‘Run’ — diretamente no emulador o que permite, além de uma simulação mais verossímil, utilizar as permissões e o contexto geral da aplicação.

Mas afinal, como ele funciona?

Pensando em Compose:
Assim como em React Native, Flutter e Swift UI, o Compose utiliza a abordagem de UI declarativa de composição de componentes, isto é, a hierarquia de componentes é redesenhada automaticamente quando o seu estado interno é modificado.

1, 2, testando...

O desenvolvimento em Compose é bem atrativo, logo é importante considerar também a realização de testes — parte essencial do ciclo de desenvolvimento.

Exemplo de teste em Compose

Como arquitetar um app em Compose?

A arquitetura em Compose é construída assumindo que a UI é imutável, ou seja, depois de desenhada não há como atualizá-la. O que pode ser controlado é o estado da UI, que sinaliza quais partes da UI devem ser redesenhadas quando ele é alterado.

  • Evento: parte da UI gera um evento e o passa para camadas superiores que controlam o estado;
  • Estado de atualização: um manipulador de eventos pode alterar o estado;
  • Estado de exibição: o detentor do estado transmite o estado para camadas inferiores e atualiza a UI.

O maior ganho do Jetpack Compose: o Design

A maior vantagem do compose sob o nativo é, sem sombra de dúvidas, o Design, ou melhor, a facilidade de construir UIs robustas com elementos simples.

  • Column: utilizado para colocar itens na vertical;
  • Row: usado para colocar itens na horizontal;
  • Box: agrupa elementos um dentro do outro;
  • Android Studio Beta ou Canary;
  • Kotlin 1.5.10;
  • Roda em devices Android 5.0 (Api level 21) ou superior;

Mas e o futuro do Compose?

O JetPack Compose é a aposta do Google para os próximos anos do desenvolvimento de UI em Android. Com a promessa de melhorar a experiência de desenvolvedores e desenvolvedoras com maior produtividade e menos código, é importante se atentar à evolução do mais novo 'queridinho' da gigante de tecnologia.

Nós desenvolvemos produtos digitais com inovação, agilidade e excelentes práticas, para que o mercado brasileiro e latino-americano acompanhe a velocidade do mercado digital mundial.