O que é Comunicação Transformadora, afinal?

Já faz um tempinho que temos evitado dizer que a Dobro é uma agência. Aliás, quando somos apresentados assim, tenho até de me segurar para não torcer o nariz. Não tenho nada — nada mesmo — contra agências. Afinal, começamos assim e o nosso amor pela comunicação foi nutrido neste ninho, mas essa definição parou de fazer sentido pra gente.

Invariavelmente, somos seres de status e posições (não dá pra dizer que tá junto sem dizer se é rolinho, namoro ou casamento, né? Vai pra um churrasco de família sem responder essa pergunta pra ver o que acontece!) e dizer que não somos agência começou a gerar confusão até pra nós mesmos. Se não somos uma agência, somos o que, então? Ah, somos uma empresa que trabalha com comunicação. Legal. E aí? Mas a nossa comunicação é diferente, é transformadora. Uhh!

Mas o que é Comunicação Transformadora, afinal? Comunicação transformada é uma coisa supersimples e que está (ou deveria estar) no centro do trabalho de tudo o que engloba a área. A comunicação transformadora permite o encontro com a verdade de cada um — indivíduo ou empresa — e, a partir daí, conduz para ações que façam sentido de verdade, transformando realidades, pessoas, empresas, comunidades…

Dinâmica desenvolvida pela Dobro com a equipe da Sulati

A diferença entre trabalhar com comunicação e trabalhar com comunicação transformadora é que a segunda dura a vida toda. Por mais que as pessoas mudem ao longo do tempo, evoluam e aprendam, a sua essência perdura, pois é verdadeira e sincera. Partindo desse pressuposto, a Dobro se propõe a ajudar as marcas a assumirem suas verdades e, a partir daí, criar estratégias que se sustentem com o passar dos anos. Independente do momento do mercado, tendência ou prognóstico, buscamos aquela verdade que ecoa dentro de cada um, que encontra ressonância no grupo, cria uma frequência e gera uma energia que transforma.

Isso vai além da própria gestão da marca, pois a gente entende que não dá pra dissociar marca das pessoas. A marca bate com o coração de quem a constrói, — tijolo a tijolo, dia a dia — e encontrar essa sintonia entre intenção, verdade e ação é o que faz a comunicação transformadora.