CONTATO | ASSESSORIA DE IMPRENSA

Eduardo Spohr
Eduardo Spohr
Published in
4 min readAug 20, 2020

--

ASSESSORIA DE IMPRENSA

Rafael Sento Sé: rafael.sentose@record.com.br

Tel / Fax — (21) 2585–2047

WhatsApp: (21) 98131–6981

REDES SOCIAIS

WEBSITES

BIOGRAFIA

Eduardo Spohr nasceu em junho de 1976, no Rio de Janeiro. Filho de um piloto de aviões e de uma comissária de bordo, teve a oportunidade de viajar pelo mundo, conhecendo culturas e povos diferentes. Como nunca soube desenhar, aprendeu a extravasar sua imaginação na escrita, produzindo contos, novelas e roteiros.

A paixão pela literatura e o fascínio pelo estudo de história o levou a cursar Comunicação Social. Começou a trabalhar em agências de publicidade, mas acabou, gradualmente, migrando para o jornalismo. Formou-se pela PUC-Rio no ano de 2001 e se especializou em mídias digitais. Trabalhou como repórter no Cadê Notícias, na StarMedia, no iG, como analista de conteúdo do Ibest e depois como diretor de jornalismo do portal Click 21. Integrante da chamada “podosfera”, participa ativamente de diversos podcasts, como o NerdCast (do site Jovem Nerd), o Minipod Literário e o Desconstruindo.

Escrevendo de forma amadora desde criança, o seu primeiro prêmio veio em 2001, quando tirou o segundo lugar em um concurso literário promovido pela PUC, com o conto “O Último Anjo”. Seu trabalho foi publicado em um livro de coletâneas intitulado “Com a Palavra”, produzido e editado pelos próprios alunos, com apoio da Vice-Reitoria Comunitária. Anos mais tarde, participou de um curso de roteiro ministrado pelo escritor José Louzeiro, que o estimulou a transformar “O Último Anjo” em um livro, dando origem ao romance “A Batalha do Apocalipse.

Vencedor do II Concurso Literário do Fábrica de Livros do Senai-RJ, “A Batalha do Apocalipse” vendeu mais de 4 mil exemplares de forma independente (entre 2007 e 2009) e mais de 500 mil unidades após seu lançamento pelo selo Verus, da editora Record, a partir de 2010. Outros títulos se seguiram, dentre eles “Protocolo Bluehand: Alienígenas” (2011) e a série Filhos do Éden, composta por três volumes: “Filhos do Éden: Herdeiros de Atlântida” (2011), “Filhos do Éden: Anjos da Morte” (2013), “Filhos do Éden: Paraíso Perdido” (2015), “Filhos do Éden: Universo Expandido” (2016) e “Filhos do Éden: Heróis & Soldados” (2019).

Em 2020, saltou da fantasia para a ficção histórica, lançando “Santo Guerreiro: Roma Invicta” (2020) e “Santo Guerreiro: Ventos do Norte” (2022), obras que se propõem a contar a biografia de São Jorge desde uma perspectiva histórica (e não religiosa).

Com livros publicados na Holanda, Alemanha, Portugal e Turquia, Spohr foi agraciado, em 2012, com o prêmio Fundação Luso-Brasileira na categoria revelação, criado para incentivar o trabalho de artistas de língua lusófona.

FOTOS DE DIVULGAÇÃO

Crédito: Paula Johas / Divulgação. | Download |
Na imagem: Deive Pazos e Alexandre Ottoni, do site Jovem Nerd, no lançamento do “Protocolo Bluehand: Alienígenas”. Crédito: Lucas Valério Fernandes / Divulgação. | Download |
Crédito: Paula Johas / Divulgação. | Download |

Obras publicadas

Participações

Entrevistas | Clipping

--

--

Eduardo Spohr
Eduardo Spohr

Escritor, jornalista, professor universitário (curso de extensão, mas tá valendo), blogueiro, podcaster, filósofo de botequim e PHD em contar piadas sem graça.