Por que o Brasil de hoje não seduz jovens?

Essa nova geração parou de acreditar? Ou está somente dando um tempo e espaço para novas oportunidade?

O Matheus Picanço tem 25 anos e já fez sua escolha. Ele está morando em Frankfurt na Alemanha, e conta um pouquinho pra gente 👇

Matheus Picanço — 25 anos — mora em Frankfurt, Alemanha

A Victoria Cardoso de 20 anos, já está há 3 anos morando fora; dessa vez ela está em Seattle, nos Estados Unidos. ▶

Victoria Cardoso de 20 anos — mora em Seattle, Estados Unidos

Ela contou também sobre as universidades!

Mas e os jovens que ainda estão aqui?

Se liga no que eles pensam sobre o futuro!

Bethânia Quiareli — 19 anos — Estudante de Jornalismo da Facha:

Meu futuro, é algo que penso bastante, sei que aqui no Brasil não vou conseguir chegar onde quero, penso bastante em ir para Europa e tentar algo por la. O que esperar de de um futuro que já esta tao próximo, fico me perguntando isso, saindo do Brasil, pode ser que consiga chegar longe, caso isso não ocorra e eu tenho que voltar ja vou ter uma boa bagagem de mercado de fora e isso pode me ajudar aqui, então penso que não tenho nada a perder indo embora, e se eu ficar pode ser que mais tarde eu me arrependa de não ter tentado.

Ana Carolina Tavares — 22 anos — Estudante de Jornalismo da Facha:

Eu penso depois que me formar fazer uma pós graduação, para melhorar meu currículo e ter mais experiencias, ter uma carreira boa, ser bem sucedida e como no Brasil estamos em crise eu pretendo sair do país quando me formar porque la eu terei mais oportunidades de emprego e serei mais valorizada. Lá fora os empregos são mais valorizados e vistos de uma forma diferente. com isso acho que teria uma vida melhor morando la fora do que aqui no Brasil.

Daniel Brasil — 23 anos — Estudante de Jornalismo da Facha:

Apesar de gostar muito do Brasil, vejo um futuro fora do país com bons olhos. Seria um sonho, talvez o destino fosse os EUA, por ter mais oportunidades na área de comunicação, ter uma valorização maior. Além disso, outro fator importante na escolha é a qualidade de vida. Europa também não é descartada. Tenho um primo que morou em Nova York e agora mora em Frakfurt, sempre que posso converso com ele sobre essa mudança de vida. Ele diz que mesmo você largando tudo e indo para outro país, viver em outra cultura, vale muito a pena, porque praticamente tudo é melhor que o Brasil.

Alice Portes — 20 anos — Estudante de Jornalismo da Facha:

Para o futuro infelizmente o Brasil não está nos meus planos. Digo infelizmente pois amo esse país, mas ele não me oferece as oportunidades que busco, afinal para ter uma boa qualidade de vida aqui, só mesmo sendo rico. Lá fora não é assim. Já morei por um ano na Alemanha em intercâmbio e realmente sei como é diferente. Da pra ter uma vida bem legal, produzir, criar, ganhar um salário na média e ter muita qualidade de vida. Isso é essencial. O transporte, o lazer, a segurança…além das diversas maneiras de acreditarem nos seu trabalho e você conseguir algo muito bom. Realmente ta faltando esperança pros brasileiros. Difícil acreditar no país. Mas penso em voltar sim…(talvez) depois que já tiver me encontrado lá fora e me estabelecido bem. Vamos ver o que vai ser.

Grupo: Alice, Daniel, Bethânia, Ana Carolina
One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.