Para entender melhor: Panis Et Circensis

Os Mutantes

“Mas as pessoas na sala de jantar, são ocupadas em nascer e morrer…”

Quem e quando?

Panis Et Circenses é uma composição de Caetano Veloso e Gilberto Gil interpretada pelos Os Mutantes, banda formada por Sérgio Dias, Arnaldo Baptista e Rita Lee. O música foi gravada em 1968, no álbum Tropicália ou Panis Et Circenses.

Rita Lee sobre a composição de Panis Et Circenses

Do que se trata?

O título da música faz referência à política do pão e circo, criado pelo império romano, onde se usava alimento e diversão para entreter a população, deixando o governo livre para fazer o que bem entendesse.

A música fala das pessoas com desejos e sonhos fúteis. As “pessoas da sala de jantar” se preocupam com trivialidades e passam pela vida sem maiores conquistas que não nascer e morrer.

Mandei fazer
De puro aço luminoso um punhal
Para matar o meu amor e matei
Às cinco horas na avenida central
Mas as pessoas na sala de jantar
São ocupadas em nascer e morrer

Panis Et Circensis critica a influência que o rádio e a televisão exerce sobre as pessoas (a música começa com a introdução do Repórter Esso, noticiário de rádio da época, que seguia o modelo americano). O cenário é montado com um ritmo que se assemelha à uma valsa e logo é preenchida pela voz de Ria Lee cantando seus sonhos, seus desejos e seus crimes enquanto as pessoas da sala de jantar vivem alheias a tudo que acontece ao seu redor. A música repete seu refrão e acelera até ser abruptamente interrompida por talheres caindo no chão e a conversa das pessoas que apreciam seu refinado jantar, cujo único desejo é “mais um pedaço de pão”. Ao fundo, ouve-se uma suave valsa embalando a refeição.

Por que é importante?

Panis Et Circenses é a música título do álbum símbolo do Tropicalismo, movimento musical iniciado em 1967, que mudou o cenário cultural brasileiro. Tropicália Ou Panis Et Circensis é considerado um dos melhores discos já lançados no Brasil.

A composição criticava a sociedade elitista em plena ditadura militar no pais. Nesta música também já se tinha amostras do que iria se tornar um ponto forte no trabalho dos Mutantes, a psicodelia.

Capa de Tropicália ou Panis Et Circensis, de 1968.

Panis Et Circensis possui uma versão em inglês, feita para o disco Technicolor, com outras músicas de Os Mutantes no mesmo idioma, e já foi interpretada por diversos outros artistas, entre eles, Marisa Monte, Gilberto Gil e até Ivete Sangalo.

É impressionante pensar que, apesar de antiga, a política do pão e circo se mostre tão eficaz ainda hoje. Mesmo com acesso à informação de qualidade, o que procuramos é diversão barata e de fácil digestão, aquelas que se pode consumir sem muito trabalho. Esquecemos, ou lembramos tarde demais, que o tempo é finito e aproveitaremos melhor o nosso se sairmos da mesa antes da sobremesa.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.