Respire profundamente.

Carta para Sabrine Marinho.

Olá Sabrine,

Você em algum momento teve de parar tudo o que estava fazendo e simplesmente respirar?

Estive passando alguns dias assim, como se eu não conseguisse fazer nada além de estar presente.

Andei sentindo uma desconexão por conta de muita correria ao longos dos dias e minha cabeça simplesmente parou de ligar os pontos.

O fato de ficarmos tanto tempo em aceleração contínua chega um momento que o nosso corpo desliga e não há nada que podemos fazer a não ser seguir o fluxo.

Vou te dizer que não foi fácil, até forcei pensar em algumas pendências, mas ao olhar o céu e sentir o calor do sol consegui perceber a tamanha importância em estar conectada com o sentir leve da vida.

Pude notar durante estes dias o quão calmo e forte pode ser o vibrar dos ventos. Fiquei imaginando de onde estava vindo aquela brisa que batia em meu rosto.

Imaginei em quantos rostos ela havia passado, quantas histórias, quanta beleza, quanto movimento ela tinha trazido para os que puderam apreciá-la.

Olhei as flores e entrei em contato com sua sabedoria perfeita de ter florescido após muito cuidado, e de saberem que voltarão somente em alguns meses. Seu papel de embelezar chegará ao fim.

Ouvi o canto dos pássaros, conheci seu bando e por alguns instantes tentei compreender sua forma de comunicação. Claro que foi em vão pela minha falta de conhecimento na área, porém a contemplação de seu pertencimento em grupo me fez sorrir.

Cada pedaço, cada cor, cada fluir tem seu motivo, seu por que. E cada um de nós faz parte para que esse balanço seja perfeito e equalizado.

Nada nasce, nada cresce e nada morre sem motivo.

A vida nos foi concedida para que vivêssemos nossa missão, seja ela qual for, de forma plena e agradecida.

Ser e estar caminham de mãos dadas trazendo a todo o momento a oportunidade de darmos passos largos para nossa realização como parte do Universo.

Desejo que você consiga observar a vida com leveza e sentir pertencente desta grande união que é habitar este plano. Que sua entrega seja sempre de coração aberto, dando e recebendo amor a todo instante.

Acredito que sua trilha até aqui obteve caminhos obscuros que te trouxeram a dúvida de seu propósito maior, acredito também pela sua alegria de viver que a resiliência em ser mais e melhor venceu essa escuridão. E hoje vejo em seu sorriso a verdade de estar em contato com o amor sincero e puro que lhe é oferecido diariamente, por todos os lados.

Deixe-se levar pelo simples prazer de brincar, deixe-se conhecer e ser conhecida, deixe a porta aberta para o novo e permita-se experimentar-se a todo instante.

Imagine, mentalize e crie sua felicidade. Você sabe o poder e a força que possui. Basta seguir sua intuição.

Com amor,

Elisa.