Uma missão de fracos

13 de fevereiro de 2017

"Em minhas verdades e certezas / Construí castelos em mim / Meu orgulho em achar que era forte / Preso nas torres do interior / Mas em ti reconheci quão frágil eu sou”

Assim começa a música composta pelos estudantes que participaram em janeiro do Instituto de Preparação de Líderes (IPL) da Aliança Bíblica Universitária do Brasil (ABUB). Anual, o evento reuniu gente de todo o país pra estudarem I e II Samuel. Também contamos com moçambicanos, noruegueses e um uruguaio!

A canção foi um desafio de três pessoas, que reuniram reflexões dos participantes na forma sonora. O refrão ressalta o que buscamos ensinar durante os 20 dias em Vila Velha (ES): “Tua graça é o que eu preciso no meu viver / Minhas fraquezas revelam o teu poder”. A música ainda ressoa a oração de Ana (I Sm 2:4): “O arco dos fortes quebrado será / Mas os fracos recebem tua força”.

Anusha Correia, estudante de Sergipe, me encaminhou um texto pra compartilhar um pouco do que o IPL foi pra ela: “Tenho conhecido pessoas que não têm medo de demonstrar a sua fraqueza, que sabem que não são autossuficientes pois têm certeza da existência de um Deus do qual são dependentes”.

Começando com tudo

Ipelenses prestando atenção em palestra

Com o processo de mobilização de recursos chegando ao fim (falta pouco pros 100%), comecei a trabalhar em tempo parcial na ABUB em janeiro e já fui direto a um de nossos maiores eventos. Lá no IPL apresentei uma palestra sobre mídia e poder, fazendo ponte com a verdade bíblica e a manipulação de informação nas disputas por poder em II Samuel.

Raquel Guttiérrez, estudante de São Paulo, me contou o que achou da palestra: “Refletir sobre como a comunicação também é uma forma de exercer poder e como que nós, cristãos, temos que lidar com isso é fundamental e foi muito significativo para mim. Afinal, nossa fé é compartilhada através da comunicação de uma boa notícia. Nosso compromisso é com a Verdade. Precisamos estar atentos às informações que recebemos e repassamos para não reproduzir mentiras em um mundo que carece da Verdade”. Graças a Deus por ter feito que, ainda que preocupada, a mensagem tenha sido passada!

Também cuidei da noite de oração pela nossa missão no Brasil e no mundo (somos filiados à IFES), um exercício de orarmos a partir de histórias. Fiquei muito feliz em ver os estudantes realmente animados a ouvirem uns aos outros e orarem uns pelos outros. Anusha, por exemplo, havia me contado que, nesta noite de oração, compartilharia sobre sua participação na peça Experimento Marcos em 2016, com o grupo da ABU Aracaju — escrevo isso já com mais de cinco peças agendadas para este ano. Logo mais algumas delas serão divulgadas na página do Experimento Marcos no facebook.

No fim da noite, lembrei-os que são o IPL dos 60 anos da ABUB, que começou em 1957! O que me lembra também que preciso das orações de vocês por todo o trabalho que teremos ao longo deste ano de celebração! Não vai ser pouca coisa, e somos uma equipe pequena.

E assim iniciei meu trabalho na missão. Neste mês de fevereiro estou “entrando na rotina” e assumindo aos poucos as tarefas mais básicas de comunicação. Foi muito bom começar com o lembrete do IPL: sou fraca mesmo, não vou dar conta mesmo, mas posso ficar tranquila e descansar que o Senhor é minha força!

Meu grupo de estudos bíblicos lá do IPL
One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.