Uma missão de fracos

13 de fevereiro de 2017

"Em minhas verdades e certezas / Construí castelos em mim / Meu orgulho em achar que era forte / Preso nas torres do interior / Mas em ti reconheci quão frágil eu sou”

Assim começa a música composta pelos estudantes que participaram em janeiro do Instituto de Preparação de Líderes (IPL) da Aliança Bíblica Universitária do Brasil (ABUB). Anual, o evento reuniu gente de todo o país pra estudarem I e II Samuel. Também contamos com moçambicanos, noruegueses e um uruguaio!

A canção foi um desafio de três pessoas, que reuniram reflexões dos participantes na forma sonora. O refrão ressalta o que buscamos ensinar durante os 20 dias em Vila Velha (ES): “Tua graça é o que eu preciso no meu viver / Minhas fraquezas revelam o teu poder”. A música ainda ressoa a oração de Ana (I Sm 2:4): “O arco dos fortes quebrado será / Mas os fracos recebem tua força”.

Anusha Correia, estudante de Sergipe, me encaminhou um texto pra compartilhar um pouco do que o IPL foi pra ela: “Tenho conhecido pessoas que não têm medo de demonstrar a sua fraqueza, que sabem que não são autossuficientes pois têm certeza da existência de um Deus do qual são dependentes”.

Começando com tudo

Ipelenses prestando atenção em palestra

Com o processo de mobilização de recursos chegando ao fim (falta pouco pros 100%), comecei a trabalhar em tempo parcial na ABUB em janeiro e já fui direto a um de nossos maiores eventos. Lá no IPL apresentei uma palestra sobre mídia e poder, fazendo ponte com a verdade bíblica e a manipulação de informação nas disputas por poder em II Samuel.

Raquel Guttiérrez, estudante de São Paulo, me contou o que achou da palestra: “Refletir sobre como a comunicação também é uma forma de exercer poder e como que nós, cristãos, temos que lidar com isso é fundamental e foi muito significativo para mim. Afinal, nossa fé é compartilhada através da comunicação de uma boa notícia. Nosso compromisso é com a Verdade. Precisamos estar atentos às informações que recebemos e repassamos para não reproduzir mentiras em um mundo que carece da Verdade”. Graças a Deus por ter feito que, ainda que preocupada, a mensagem tenha sido passada!

Também cuidei da noite de oração pela nossa missão no Brasil e no mundo (somos filiados à IFES), um exercício de orarmos a partir de histórias. Fiquei muito feliz em ver os estudantes realmente animados a ouvirem uns aos outros e orarem uns pelos outros. Anusha, por exemplo, havia me contado que, nesta noite de oração, compartilharia sobre sua participação na peça Experimento Marcos em 2016, com o grupo da ABU Aracaju — escrevo isso já com mais de cinco peças agendadas para este ano. Logo mais algumas delas serão divulgadas na página do Experimento Marcos no facebook.

No fim da noite, lembrei-os que são o IPL dos 60 anos da ABUB, que começou em 1957! O que me lembra também que preciso das orações de vocês por todo o trabalho que teremos ao longo deste ano de celebração! Não vai ser pouca coisa, e somos uma equipe pequena.

E assim iniciei meu trabalho na missão. Neste mês de fevereiro estou “entrando na rotina” e assumindo aos poucos as tarefas mais básicas de comunicação. Foi muito bom começar com o lembrete do IPL: sou fraca mesmo, não vou dar conta mesmo, mas posso ficar tranquila e descansar que o Senhor é minha força!

Meu grupo de estudos bíblicos lá do IPL