Diário de filmes

Jota Gaivota
Aug 7 · 2 min read
Fonte: IMDB

Uma noite de sexta-feira tranquila em família. Eu disse à Maga, o amor da minha vida, que queria ver o filme pois achava que tratava de paternidade. Ela topou! Com as férias dela e de nossa filha, a pequena tem ido dormir tarde então levamos ela pro quarto e vimos os três.

A principio foi um erro, tinha me esquecido da cena inicial de caça ao veado. Achamos bastante gráfica para um bebê de três anos. Mas ela não manifestou muitas opiniões. Eventualmente, ao longo do filme ela perguntava “e o veado?” e nós explicamos que tinha virado papá, assim como a bisnaguinha que ela havia comido mais cedo. Uma resposta bem objetiva.

Aliás é isso que agora, como pai, eu tiro do filme e tentarei aplicar na minha vida. É surpreendente a maneira com que Ben (Viggo Mortensen)trata os filhos de maneira honesta, parecendo até mesmo fria na cena em que conta da morte da esposa. Algo que não estamos acostumados pois passamos muito tempo protegendo as crianças.

Um dos destaques é a Direção de Arte. Os detalhes da moradia da família são impressionantes. As roupas das personagens que ou são fora de época ou são personalizadas de modo a não remeterem a peças produzidas em escala industrial.

Outro é a atuação, mesmo os atores mais jovens impressionam. Tem momentos de sabedoria e de angústia. Particularmente gosto de Rellian (Nicholas Hamilton), que faz o filho cheio de rancor.

O filme parece manter um pé, mesmo que descalço, firmemente plantando no retrocesso enquanto se gaba de seus ideais sedutoramente progressistas. É um cenário patriarcal de uma família azedamente branca, loira e ruiva. Inacreditável a branquidade impecável do elenco considerando que moram numa floresta a vida toda.

Acredito que parte do fascínio com a obra tenha ligada ao lançamento justo em 2016, após a eleição de Trump e o impedimento de Dilma. Uma época em que nós progressistas de frentes divergentes pudemos tomar este gole de, como diz o filme, água envenenada por não aguentar mais o deserto do real.

Links Recomendados

O vídeo Capitão Fantástico: Qual é o propósito da Educação?, do canal Entre Panos.

Acompanhe o Enfim Cinema

Enfim Cinema

Política, Economia e História. Enfim, Cinema.

Jota Gaivota

Written by

Enfim Cinema

Política, Economia e História. Enfim, Cinema.

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade