Para só os doidos entenderem

Beijos lisérgicos de psicoativos enamorados
encontram-se numa viagem
quando se pegam dançando
em ritmos de doces enebriantes 
na festa vip dos loucos

Mentes e corpos transformam-se 
em sentimento de vida compartilhada
conforme o contato se intensifica

O compartilhamento das bocas aquece o desejo
De perder-se na ventania de paixões festivas

A saudade permanecerá
E será sentida nos futuros goles de vodka

Uma história para só os doidos entenderem
Sobre o encontro de engenheiras em ambientes chapados
com poetas desajustados

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.