quero ir junto contigo
agora ou domingo
p’ra qualquer lugar

com ou sem saideira
sacudindo a poeira
por onde passar

quero almoçar num mercado
filé mignon mal passado
peixe cru ou assado
ou sushi de morango

quero acordar ao teu lado
ver um filme deitados
fazer amor abraçados
desafinar-te num tango

quero ir de braços dados
mão dentro do bolso
da tua calça furada

quero beijar teu pescoço
roçar minha testa
na tua barba aparada

quero cutucar teu ouvido
morder-te a cintura
ler o livro do ano

quero coçar tuas costas
dizer muitas loucuras
cantar que te amo

quero ir junto contigo
agora e domingo
p’ra poder te abraçar

com ou sem saideira
sacudindo a poeira
p’ra poder te amar

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Vanessa Praça-Correa’s story.