O Impresso Digital

Um belo dia ao acordar e dar de cara com a realidade, você percebe que tudo mudou. A garota que sentava todo fim de tarde no banquinho daquela praça para ler seus incontáveis livros não está mais lá, pois agora há uma bela criança em seu lugar, que não mais ler um livro, e sim uma espécie de aparelho eletrônico.

Uma realidade talvez inimaginável, mas a revolução tecnológica está em alta e há quem prefira uma leitura em um dos novos aparelhos eletrônicos ao invés do velho e bom livro. E você o que acha? Um toque na tela pode ser tão prazeroso quanto o folhear de uma página? Será mesmo que o futuro será dominado pelos os novos meios tecnológicos?

Em conversa com seus alunos a professora comenta como é gostosa a experiência de uma leitura digital, um deles rebate ao dizer que nada vai substituir a sensação do livro em suas mãos e o folhear da página, mas também afirma temer um futuro onde os livros impressos não existam mais.

A maior vantagem da tecnologia é poder colocar quantos livros quiser em um desses aparelhos, porém seria um tanto quanto decepcionante entrar naquela biblioteca que você costumava ir para se divertir no mundo imaginário e ver que as estantes estão todas vazias e lá na recepção tem uma placa que está dizendo “Baixe aqui seu livro”.

Seria estranho não é?

Cada um com sua particularidade, vantagens e desvantagens, mas, enquanto nada acontece e nenhum detentor do poder decreta o fim dos livros, nós vamos desfrutando desse universo maravilhoso que é a leitura. Seja em um livro impresso, seja em qualquer aparelho eletrônico, o que vale mesmo é o conhecimento.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.