Conexão Lisboa: OutJazz

A efervescência cultura lisboeta, por Pedro Almeida

Espaço f/508
Jul 3 · 2 min read

Para quem vive perto dos trópicos, especificamente no Brasil, estações do ano são uma ideia abstrata vendida por filmes hollywoodianos, poetas brincando com metáforas e Sandy & Junior. A gente conhece o tempo de praia e piscina e o tempo do casaco.

Foi um grande choque — térmico — ao chegar a Portugal: as estações são bem definidas. Pousei aqui no outono, pouco antes do inverno começar. Passei a frequentar um jardim relativamente perto da minha casa que dá pro Tejo. Uma vista linda, apesar do vento. Quase sempre vazio, era o lugar perfeito para ler ou esvaziar a cabeça.

Imagem: Timeout

Meses depois, esse mesmo jardim foi palco para um evento dominical que é uma espécie de soft opening do verão: o OutJazz Festival. Ver aquele gramado cheio de cangas estendidas preenchido por uma imensidão de pessoas foi como ver o verão materializado e entender que, muito mais que um fenômeno da natureza, as estações são um estado de espírito.

A música, assim como vi acontecer no Brasil, traz essa tendência de transar músicas pop com roupagens e instrumentações de jazz pra simular um requinte. É um específico prazer pro ego reconhecer uma música tocada de forma tão sofisticada — mesmo que seja aquele hit do Bruno Mars de anos atrás.

Imagem: Echoboomer

O clima é perfeito pra abrir um vinho, petiscar com os amigos (não minto quando digo que vi um grupo com uma tábua de queijos) e ver o sol se pôr no Tejo.

Cada mês do interminável verão, o evento se desloca para um jardim diferente. Sempre a céu aberto, sempre de graça. Mês que vem, outra pessoa há de ter a oportunidade de ver o jardim favorito veranear.


Pedro é músico e mora em Lisboa desde 2018. Nascido e criado em Brasília, desembarcou na capital portuguesa para estudar composição musical por um ano. O curso chegou ao fim, mas as cores, os tons e sons lisboetas nunca se esgotaram. De tempos em tempos, produz conteúdos relacionados a todos os aspectos da típica efervecência cultural de Lisboa para o Espaço f/508 de Cultura.

Revista f/508

A Revista f/508 é um espaço online dedicado a publicação de conteúdo, entrevistas e outras informações relacionadas à fotografia, arte contemporânea e cultura. O f/508 atua em Brasília e Lisboa, voltado para estudo, difusão e produção fotográfica e artística.

Espaço f/508

Written by

Revista f/508

A Revista f/508 é um espaço online dedicado a publicação de conteúdo, entrevistas e outras informações relacionadas à fotografia, arte contemporânea e cultura. O f/508 atua em Brasília e Lisboa, voltado para estudo, difusão e produção fotográfica e artística.

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade