Recrutamento e seleção: 5 dicas essenciais para incorporar diversidade

Felipe Camara
Jun 3 · 7 min read

Pensar diferente: esse é o objetivo!

Encontrar soluções criativas, propor novas formas de encarar desafios e produzir coletivamente. Cada parte que compõe sua equipe de colaboradores tem uma visão única e que se complementa em resultados inesperados.

Seu processo de recrutamento e seleção está conseguindo garantir a diversidade de ideias que você quer para sua empresa?

A diversidade abrange as diferenças entre os indivíduos, como aspectos de gênero, físicos, socioeconômicos, ideológicos, culturais, entre outros. Essas diferenças são importantes e devem ser respeitadas, inclusive no âmbito profissional. E uma forma de garantir isso na sua empresa é através do processo de recrutamento e seleção.

Essas diferenças entre as pessoas podem ser muito benéficas para as organizações, pois a diversidade dos funcionários pode trazer distintos pontos de vista e soluções criativas.

Quando as pessoas de um ambiente de trabalho têm experiências muito semelhantes, é natural que seus pontos de vista também sejam parecidos. E assim há um limite de desenvolvimento.

Funcionários com trajetórias distintas podem agir de maneira complementar, havendo a oportunidade de trazerem pensamentos e soluções inovadoras que movimentem a empresa, desenvolvendo-a de maneira estratégica.

Uma equipe de pessoas brancas, por exemplo, poderia ter dificuldade em vender um produto para cabelos crespos. Ter uma pessoa negra na equipe faria diferença para a troca de conhecimentos.

Portanto, a pluralidade na equipe é fundamental para permitir tomar as melhores decisões e encontrar as melhores soluções.

Além do clima organizacional mais inclusivo, a diversidade extrapola o espaço da empresa para a gestão do negócio, permitindo uma melhor compreensão de uma maior gama de clientes e de seus problemas, podendo oferecer uma relação mais humana e um atendimento mais efetivo.

Estar associada com o papel social traz benefícios para a imagem de uma empresa e estimular o desenvolvimento da sociedade em suas diversidades também tem esta vantagem.

Uma organização que investe em diversidade tem, assim, vantagens no âmbito organizacional no que se refere ao desempenho da equipe e à imagem, sendo vista como agente de transformação social.

Uma pesquisa realizada pela Forbes Insights, nos Estados Unidos, indicou que 85% dos entrevistados acreditavam que a diversidade em um ambiente de trabalho era importante para a inovação nas empresas.

Na mesma pesquisa, 65% dos entrevistados afirmaram ter programas de recrutamento e seleção específicos para a diversidade.

No entanto, muitas empresas ainda precisam se atentar ao processo de recrutamento e seleção para conseguir um quadro de colaboradores mais inclusivo.

Para ajudar no momento da busca por novos profissionais, confira 5 dicas fundamentais para ajudar você a ter cada vez mais diversidade na sua empresa:

1. Perceba como a diversidade se encaixa na sua empresa

Como ponto de partida, é importante analisar sua empresa e perceber a diversidade já existente em seu quadro de funcionários, como funciona e perceber seus benefícios.

Compreender o que já existe é fundamental para dar passos em direção a novas estratégias. Além disso, é vital perceber de que forma a diversidade pode ser integrada de forma que esteja alinhada aos objetivos estratégicos da empresa.

Assim, pode-se identificar de que forma a diversidade será melhor introduzida e quais setores ainda estão mais deficientes antes de se passar para o processo de recrutamento e seleção.

Realize uma pequena auditoria no seu atual processo de contratação para compreender como ele está impactando os níveis de diversidade da empresa. Dessa forma será possível identificar pontos fortes e desafios.

Por exemplo, nessa fase é possível observar se a pluralidade dos currículos que são recebidos é satisfatória, ou porque os candidatos que agregariam mais diversidade à empresa não estão atingindo as fases mais avançadas do processo seletivo.

A partir de então, trace estratégias para como reforçar as vantagens e trabalhar os desafios.

Uma sugestão é estabelecer uma métrica por vez para trabalhar, desenvolvendo metas a partir dela, como “aumentar o número de candidatas mulheres em 10% na segunda fase”, por exemplo.

A partir de tais métricas e identificando barreiras para a diversidade na empresa, podemos trabalhar em um processo de recrutamento e seleção mais plural e atento a essas questões.

2. Divulgação da vaga e employer branding

Tenha atenção para que os títulos dos cargos, a mídia ou as expressões dos anúncios não pareçam restringir a vaga apenas a um grupo de pessoas.

A linguagem deve ser inclusiva e o anúncio deve manifestar a preocupação em envolver todas as gamas de colaboradores na empresa.

Se o anúncio restringir a linguagem ao uso dos pronomes masculinos, por exemplo, mulheres podem se sentir menos compelidas a participar do processo seletivo.

O mesmo acontece quando há comentários sobre estado civil, filhos, entre outros detalhes que seriam caracterizados como pessoais e que não deveriam interferir em uma contratação.

Afinal, demonstrar abertura para a diversidade também atrai mais candidatos.

Além do conteúdo do anúncio, o meio pelo qual o processo seletivo será divulgado pode, e muito, contribuir para atrair um público mais diverso.

Ao ampliar a área de divulgação através de sites de vagas e redes sociais especializadas, como o LinkedIn, por exemplo, atinge-se um número maior de pessoas.

O diferencial do canal que você escolher para divulgar seu processo será a autonomia dada a quem participa, pois a internet permite que o candidato esteja bem informado.

Cada vez mais, a empresa deve construir bem sua imagem pública como empregadora, ou employer branding, com o objetivo de aproximar o candidato e promover processos seletivos inovadores, atrativos e estimulantes.

Deve-se ter especial atenção ao employer branding quando se trata de empregar a juventude, que é o que chamamos de youth branding.

Segundo o IBGE, um quarto da população brasileira tem entre 15 e 29 anos, ou seja, cada vez mais jovens estão entrando no mercado de trabalho, e é fundamental que o processo de branding da sua empresa seja cada vez mais forte também em relação à juventude.

Se sua empresa já promove práticas de inclusão, é importante compartilhá-las aliadas à estratégia de comunicação, apresentando as ações voltadas para o tema e atraindo a atenção também de profissionais.

3. Faça do recrutamento e seleção um processo humano

Existem diversas estratégias no processo de recrutamento e seleção para garantir que a equipe de recursos humanos poderá olhar os candidatos livre de qualquer predisposição, consciente ou não.

Uma opção que usamos muito na Eureca é a do recrutamento às cegas, na qual informações pessoais como nome, gênero, estado civil, número de filhos, instituição de ensino e outros dados são omitidos.

O intuito desta modalidade é de que estas informações não sejam determinantes para a escolha do profissional de RH, tanto nesta fase inicial quanto nas posteriores, quando se tornarem conhecidas.

A experiência do candidato acaba se tornando o recurso mais relevante para a seleção, inclusive no recrutamento às cegas, uma vez que será o que é levado em conta.

Experiências diferenciadas demonstram autoconhecimento e ferramentas para uma tomada de decisão consciente do profissional, o que é muito interessante para a empresa.

Buscando a diversidade a tendência é também de que os processos de recrutamento e seleção sejam cada vez mais humanos, valorizando a pessoa por trás do profissional e compreendendo que, além de conquistar um talento, um profissional mais satisfeito produz melhor e agrega mais à empresa.

Oferecer mais personalizados faz parte de fazer com que o processo de recrutamento se torne muito mais humano.

A possibilidade de ter um retorno, seja positivo ou negativo, elaborado com cuidado e que possa colaborar para o seu crescimento, beneficia o candidato e reforça o employer branding.

Ter atenção com os candidatos às vagas da sua empresa durante e após o processo pode parecer difícil e trabalhoso, mas tem uma recompensa direta na visão de sua empresa perante candidatos e profissionais.

4. Adapte o manual de cultura da empresa para alinhar à diversidade

Durante o processo de recrutamento e seleção, é fundamental que a cultura da empresa esteja sempre presente e muito clara para os candidatos.

Ao apresentar aos candidatos uma cultura organizacional bem estabelecida, aquele que for selecionado poderá saber que se identifica com ela, aumentando as chances de ficar mais tempo na empresa e diminuindo o , ou seja, a rotatividade de funcionários.

É por isso que a diversidade deve estar alinhada com a cultura que dirige os valores e as crenças, e que vai pautar a missão, a visão e os valores da empresa.

Você não quer ter todo o trabalho de fazer um processo seletivo diverso para seu talento sair da empresa logo após entrar.

5. Ofereça treinamentos em diversidade para sua equipe atual

Os treinamentos para capacitar e orientar a equipe com relação à diversidade devem estar presentes durante toda a jornada do colaborador, fazendo parte da cultura da empresa.

A capacitação deve ser ponto fundamental do processo de recrutamento e seleção, de modo que a ideia esteja clara como objetivo da empresa, não apenas para os novatos.

Conversas sobre o tema auxiliam a equipe a estar mais receptiva à pluralidade, sabendo aproveitá-la ao máximo e percebendo o benefício de ter perfis diversificados no ambiente de trabalho.

A diversidade na empresa deve ser construída desde o processo de recrutamento e seleção até o funcionamento cotidiano da organização, através da cultura institucional, beneficiando a companhia e até mesmo o cliente.

Garantir que a empresa e seus colaboradores estão prontos para uma equipe diversa evita o turnover do funcionário diverso, há uma melhora no employer branding da empresa, e colabora para um bom clima organizacional.

Se você gostaria de em um processo de diversidade no seu processo de recrutamento e seleção, conte conosco! Temos sempre uma equipe de profissionais pronta para te ajudar a achar o melhor caminho para a sua empresa. Fale com um de nossos consultores!.


Originally published at https://negocios.eureca.me on June 3, 2019.

Blog Eureca

Um espaço pra começar conversas significativas sobre juventude, autoconhecimento, desenvolvimento e ser sua melhor versão.

Felipe Camara

Written by

Blog Eureca

Um espaço pra começar conversas significativas sobre juventude, autoconhecimento, desenvolvimento e ser sua melhor versão.

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade