Menina executiva show: um bate papo com a empreendedora Talita Lombardi

Um olhar empreendedor sob a ótica de uma startup em ascenção.

Por Daniela Sousa e Luan Barbosa

Começar um negócio próprio vai além de um CNPJ. Requer tempo, planejamento, dedicação, revisão, ousadia e, claro, paixão pelo negócio. No caso das startups esses elementos são ainda mais reforçados, já que não startups não são empresas comuns.

O maior diferencial de uma startup é seu potencial de crescimento e modelo inovador somado ao fato de ser escalável, ou seja, conseguir absorver o aumento rápido da operação sem comprometer a rentabilidade. Pareceu impossível agora? Calma, não é. Muitos jovens, cheios de energia e ideias, têm obtido sucesso em suas startups. É o caso da paraibana Talita Lombardi, formada em administração e especialista em marketing digital.

Lançamento do Livro Jéssica Rainbow

Talita começou sua jornada como vendedora da Volkswagem, mas sua visão empreendedora logo a tornou gerente geral e fez com que a marca faturasse cerca de R$ 6 milhões por mês, em Recife-PE. Insatisfeita, a jovem visionária foi estudar inglês em Chicago (USA) e se apaixonou pela inovação tecnológica do Peixe Urbano, em 2011, ajudando, posteriormente, a empresa a se consolidar em vários estados do Nordeste brasileiro. Depois ela decolou: BazzApp, Grubster, Agente Móvel, Clicou Pizza, Lembra Fácil e inúmeras empresas inovadoras tiveram Talita na equipe, que deixou sua marca em cada uma delas. Hoje, lançou o primeiro de uma série de livros de aventura circense, intitulado Jéssica Rainbow, um canal no Youtube popular e palestras em todo o Brasil, Talita representa a consolidação de um sonho que todo empreendedor tem.

Confira a entrevista e conheça um pouco mais sobre Talita Lombardi:

FG: Você sempre teve esta visão de inovar aonde quer que você estivesse?

TALITA LOMBARDI: Na verdade eu sempre inovei mesmo sem saber. Desde a época que comecei a trabalhar com negócios descobri que a maneira de conseguir destaque era pensando de forma diferente das outras pessoas… Criando oportunidades, descobrindo novas formas de atrair a atenção das pessoas, etc. E sim, em qualquer lugar… Podia ser com chefes, funcionários, colegas de faculdade e até dentro de casa…

FG: Você é bem jovem e já trilhou um grande caminho profissional, coisa que muitas pessoas tentam há anos e ainda não conseguiram. O que você diria que é o seu diferencial, existe uma receita para o sucesso?

TL: Acho que o diferencial de qualquer profissional é a curiosidade e a força de execução. Eu não gasto muito do meu tempo fazendo coisas que eu não acredite… Por isso tudo que faço hoje em dia eu gosto… E isso me deixa com vontade de aprender mais, pesquisar, aplicar e inovar. Antes de pensar em receita do sucesso eu diria que cada um precisa saber o que é o seu próprio sucesso, depois é mais fácil cada um descobrir sua própria receita… Foi assim que fiz a minha!

FG: Tendo em vista tudo o que você já conquistou, é possível falar sobre planos para o futuro?

TL: Eu não vivo muito de futuro. Eu vivo muito o dia de hoje… Mas claro que planto muitas coisas e espero ir colhendo ao longo da vida. Profissionalmente, quero continuar ajudando pessoas com meus blogs e redes sociais, lançar um livro por ano do Jessica Rainbow e finalmente ajudar a empresa que trabalho, a Mobocity, a ser uma potência no Brasil.

FG: Que conselho você daria para alguém que quer empreender através de startups?

TL: Em qualquer ramo, seja de startup ou projetos mais tradicionais, é muito importante o conhecimento de alguns stakeholders, para você não precisar construir tudo do zero. Que sejam bons fornecedores, conhecimento do mercado, público de nicho. Além disso, é bem importante amar e acreditar no que se faz… Parece algo óbvio, mas não é… Muitas pessoas buscam o sucesso através do dinheiro e acabam sendo infelizes pessoalmente… Que tal tentar achar um meio termo?

FG: O seu livro “Jessica Rainbow” vai traçar algum paralelo entre empreendedorismo e startups ou é mais uma aventura?

TL: Jessica pode ajudar todos os empreendedores, se eles quiserem ter uma mente mais criativa. Não é apenas uma história, mas uma história escrita cheia de aventura, coragem, amor… Criei um mundo novo a partir da ideia do circo… Mas de longe não se restringe ao picadeiro. Vale a pena conferir.

FG: Anteriormente você nos falou sobre o lançamento da ‘Menina Executiva Show’. Como foi esse processo quais são suas expectativas com essa plataforma?

TL: Na verdade, eu como blogueira, sempre me pediam para ter mais essa rede social. Já tem 04 anos desde que comecei o Startups Stars, quase 03 anos do Menina Executiva e faltava isso. No final do ano passado, resolvi começar a gravar conteúdos que têm a ver com meu dia a dia de negócios, vendas, startups etc… Para incrementar o canal, lancei o Menina Executiva Show, onde entrevisto empreendedores que já validaram seus negócios, já receberam investimentos e claro, que são inovadores.


Ficou inspirado? Conheça mais sobre o trabalho de Talita Lombardi também no Instagram e Linkedin.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.