AAAHHH A COLEÇÃO DA BETH DITTO

Saiu a coleção da Beth Ditto e meodeodocéu que mulher maravilhosa! Fiquei louca, fui ali no site, delirei com tudo.

Ignorei o preço porque não to podendo viver em dólar, mas to lambendo a coleção com a testa aqui. Faz 3h que não consigo fechar a aba.

Minha vida nunca mais será a mesma depois de saber da existência dessa jaqueta:

jaqueta maravilhosa da Beth Ditto com o Gaultier e ❤

E as coisas lindas gente.

Mas aí olha o photoshop na cintura dessa foto:

srsly? olha a suvaca esquerda da moça

Aí supondo que eu seja rica — 254 obamas né gente. Abri a tabela de medidas.

oh god why polegadas

Bom, tive a pachorra de traduzir tudo para cm:

Até que foi fácil. Obrigada Excel #ad

Reparem nas medidas. REPAREM NAS MEDIDAS DA CINTURA.

As roupas são feitas só para quem tem corpo ampulheta: bundão, peitão e cintura fina, bem fina. 20cm a menos na cintura que no quadril. VINTE CENTÍMETROS.

Basicamente, se eu comprar o macacão da coleção e o tamanho que servir na minha cintura, eu preciso implantar uns 300mL em cada peito pra ocupar o espaço que vai sobrar. E duplicar minha bunda. Suponho ainda que vai ficar curto pra mim, mas isso é uma outra história, já que não tem a medida de comprimento ali.

Sabe, eu sei que não deve ser culpa da Beth porque ela é maravilhosa, ela não faria isso com a gente (ou faria?). E provavelmente também não é (só) dos criadores da coleção.

Mas estava bem na hora do pessoal das muódas plus size começar a entender que existem outros tipos de corpos. Que a maioria de nós não é ampulheta, que não somos a 'über femme'.

No fim das contas o que estamos vendo é a criação de um novo padrão com o plus size, tão excludente quanto o padrão de beleza que a gente já conhece. E a meu ver com um viés mais prejudicial ainda. Vem com aquele subtexto de "a gente já flexibilizou o padrão, kirida, você não precisa mais ser magra. O que mais você quer?".

O mercado precisa começar a reconhecer os diferentes tipos de corpos, de produzir roupas para cada um deles. De sugerir flexibilizar um estereótipo enfiando outro goela abaixo.

O corpo é fluido, suas formas são as mais diversas e nenhuma delas deve ser privilegiada em detrimento da outra. E nós aos poucos vamos a aceitando que embora nossa cintura não seja 20cm menor que nosso quadril, esse é nosso corpo. É ele que nos possibilita um tanto de coisas e é bem bacana que a gente não o odeie nem tente fazê-lo caber em formas que nos disseram que ele precisa ter.

Vamos olhar com mais carinho para essas coisas?

Show your support

Clapping shows how much you appreciated luciana moraes’s story.