Como dar mais do que um ovo de páscoa para seus filhos

Educação financeira é algo que deve ser aprendido desde cedo. Atualmente, muitos pais acreditam que o melhor que eles podem fazer por seus filhos é dar a eles tudo “do bom e do melhor”. Fazem grandes esforços para garantir que seus filhos não passem pelas dificuldades financeiras que eles passaram quando eram crianças.

Mas, o que esses pais não percebem é que, da mesma forma que não é benéfico para a criança ter que se preocupar profundamente com a situação financeira da família, faz também muito mal não ir formando, desde nova, um hábito de consumo consciente.

É saudável para a criança ir entendendo que ela não pode ter tudo o que quer, que é necessário ter prioridades e fazer escolhas. É saudável que ela participe ativamente das finanças da família, ajudando, por exemplo, a economizar em um período de mais aperto. Ela precisa ir criando consciência do valor do dinheiro, entendendo que ele é o resultado de muito esforço e trabalho e, por isso, deve ser valorizado.

Logicamente, é necessário adequar esses conceitos à sua realidade e ir fazendo pequenos experimentos em que ela possa treinar esses novos conhecimentos.

Penso que a páscoa é um ótimo momento para isso. Se, por um lado, os ovos de páscoa encantam as crianças, por outro, eles cobram caro por esse encantamento.

Os ovos chegam a custar 150% a mais do que o chocolate normal, apenas por seu “formato original”. É, então, uma boa hora para dar um orçamento para a criança e mostrá-la o quanto ela pode ganhar se não se deixar levar pela tradição ou pela propaganda.

Leve-a para pesquisar preços de chocolate, verificar quanto custa, o peso de cada um, e quanto ela está pagando por grama de chocolate.

Depois, mostre-a o quanto ela poderia comprar de chocolate, a partir do seu orçamento, em cada uma das situações e deixe-a decidir tendo como base todas essas informações.

Por exemplo, com 20 reais, ela pode comprar 100g de ovo de páscoa Milka ou 220g de barra do mesmo chocolate. Pode comprar um ovo de Talento de 350g ou meio quilo de barras desse chocolate.

Mesmo que, no final das contas, a criança acabe optando pelo querido ovo de páscoa, ela ao menos está tomando essa decisão com um pouco mais de consciência. Vale à pena testar!