Cidadania Corporativa: por que você e eu devemos saber mais sobre isso?

Consumidores buscam por marcas com propósito e querem bem mais do que apenas uma frase bem escrita na parede.

A resposta para a pergunta do nosso título vem logo de cara: por que os consumidores procuram por causas. Parece já ter lido essa frase em algum lugar, certo? Leu mesmo, por que no post da semana passada, da Aline, essa foi a primeira tendência de comunicação elencada para 2019.

Não por acaso, hoje nosso tema fala um pouco mais sobre como estabelecer essas causas. O assunto não é novo (mas eu estou começando a entender mais sobre ele agora), provavelmente você conheça mais os termos como responsabilidade social ou sustentabilidade. Não podemos dizer que os três são sinônimos, pois cada um tem sua particularidade, mas, para a Interbrand (uma mas maiores agências de branding do mundo), o conceito de cidadania corporativa tem como pretensão ampliar as discussões e enriquecer esse assunto, simplificando-o e trazendo para nossas ações do dia a dia.

E por que falar sobre isso? Vou elencar apenas dois motivos:

1. Porque empresas são feitas por pessoas, e todas elas tem seu nível de cidadania (maior ou menor dependendo da sua participação na sociedade e da sua preocupação com os elementos que a compõe).
2. Porque as pessoas buscam causas, como já mencionamos aqui. Não adianta eu ter o melhor produto ou prestar um excelente serviço se eu não tenho/defendo uma causa. Ninguém mais quer seguir uma empresa “mediana”. Eu e você buscamos identificação, entendimento, buscamos propósito.

Voltando um pouco no conceito de cidadania corporativa, ao falar sobre isso, precisamos entender que estamos falando sobre a postura das empresa, das práticas que geram e da percepção do que elas são. Entendemos ainda que é a forma que as empresas têm de tratar cada um dos seus públicos, orientada, sempre, pelo propósito da sua marca. Empresas com plataformas bem definidas de cidadania corporativa, tendem a influenciar preferências, além de gerarem mais engajamento e fidelidade para criar embaixadores de suas marcas.

Na prática podemos entender como um conjunto de causas, ações e iniciativas que resultam em valor para o negócio.

Contudo, entender esse conceito é um primeiro e pequeno passo. O segundo movimento deve ser a análise criteriosa das causas a serem defendidas, afinal, elas precisam ser verdadeiras e legítimas para que funcionem!

Importante: Como praticamente tudo que fazemos em comunicação, Cidadania Corporativa é um tema liderado pela área de comunicação/marketing ou afins, mas precisa ser plural, precisa permear por toda a organização, suas ações e posicionamentos. Precisa sim refletir em produtos e processos, do contrário será mais um projeto lindo, estratégico e sinto dizer: engavetado. O potencial desse tema é muito grande e só aumenta, já que está alinhado a tomada de decisão dos consumidores.

Eu ainda tenho muito o que aprender e estudar sobre o assunto, mas se você, assim como eu, adora a comunicação corporativa, deve entender a importância do tema. Tem mais referências sobre o assunto e quer conversar com a gente? Entra em contato pois vamos adorar!

Bjos e até mais ;)