Discutir Jornalismo com entusiastas da profissão

Futuros jornalistas discutem tendências e experiências em sala de aula sobre jornalismo

O termo “pós-verdade” está em alta. Com ela, os questionamentos sobre o papel da imprensa e dos próprios jornalistas estão cada vez mais intensos. Esse tipo de discussão, na realidade, sempre esteve presente. É desafiador!

Ser jornalista não é tarefa fácil. Para se destacar, o profissional que realiza várias tarefas ao mesmo tempo, tem que dar o melhor de si.

E para quem almeja um dia seguir no jornalismo, as salas de aula já dão uma ideia de como pode ser daqui para frente. Só quem ama de verdade o jornalismo conseguirá alguma coisa.

Discutir essas tendências, conversar com futuros comunicadores, que tem como paixão o jornalismo, é um dos nossos desafios no Foca em Formação.

É bem verdade que há pela internet várias pessoas mais capacitadas que fazem esse trabalho. A nossa ideia está justamente no olhar de quem ainda está em formação. Não só o que nós esperamos da profissão, mas também o que acreditamos ser um caminho para defender a nossa isenção, independência e valores.

O jornalismo deve ser crítico e independente, sempre com olhar curioso e questionador. E isso só acontece em uma democracia consistente e plena. Por isso, defender a liberdade de expressão é o ponto de partida para levantar outras bandeiras.

Além disso, vamos discutir nossas experiências em sala de aula. Como o futuro jornalista está se formando em um tempo em que, de um lado, a polarização divide grupos de pessoas em todo o mundo e os debates sempre saem prejudicados, e, de outro, a tecnologia, em que ao mesmo tempo que facilita o trabalho de pesquisa, forma jornalistas preguiçosos.

Enfim, vamos discutir comunicação! Vamos discutir o nosso papel. Afinal, o jornalismo é parte importante de uma sociedade livre.

Siga-nos, leia-nos e comente!