O amor é um sentimento?

O amor é fogo que arde sem se ver…
Robert Sternberg é um psicólogo norte-americano que desenvolveu uma teoria original sobre amor e relacionamento. Essa teoria ficou conhecida como a “Teoria triangular do amor”. Para ele os três componentes do amor são a paixão, a intimidade e a decisão ou o compromisso.

Amar é paixão, é intimidade e é decisão. Nesta perspectiva o amor não é um sentimento. O amor é uma ação. Do ponto de vista bíblico o amor é um mandamento que nos remete ao…

“Amarás o Senhor teu Deus
de todo o teu coração, de toda a tua alma,
e de todo o teu entendimento!”(Mt 22,34–40)

Mas, continuarei a pesquisar sobre o amor.

Também descobri que na sociedade o amor está muito relacionado ao sentir dor, sendo fácil constatar isso, bastando ouvir algumas letras de músicas ao se referirem ao amor como sentimento ligado ao sofrimento de perda do ser amado. Observe a letra de Amor e Dor, Ana Cañas, transcrita a seguir:

Quero arrancar essa armadura do meu peito
Deixar pra trás todo esse medo
Deixar você me amar e te amar
Poder chegar, contar segredo
O peso do mundo é escuro, é assim, e é perfeito
E as tralhas da estrada contam o tempo
E o que foi feito que não têm jeito
Não vou mais mentir, amor e dor, eu me perdi
Não sei quem eu sou, mais sei que vou por aí (x2)
Quero arrancar essa armadura do meu peito
Deixar pra trás todo esse medo
Deixar você me amar e te amar
E poder chegar, contar segredo
O peso do mundo é escuro, é assim, e é perfeito
E as tralhas da estrada contam o tempo
E o que foi feito que não têm jeito
Não vou mais mentir, amor e dor, eu me perdi
Não sei quem eu sou, mais sei que vou por aí (x2)
Não vou mais mentir, amor e dor, eu me perdi
Não sei quem eu sou, mais sei que vou por aí

Percebe-se muita “sofrência” nas paradas de sucesso… e isso envolve lágrimas e reclames de um ser enamorado ou amante. Mas tal sentimento de dor não seria paixão?

Ando crendo que sim, e comigo tem sido assim: Ao chorar coloco a culpa neste amar sem medidas semelhante ao apaixonar-se… isso só reforça o amor como sentimento de apego e de dor.

___

Eu também ando com dores no peito, deixando algumas palavras em áudio para chamar de amor um sentimento que dedico a alguém. Esclareço que personifiquei um alguém nesta demonstração sonora improvisada.

E ao gravar falei do silêncio do amar sozinho. E, certamente o falar (D+) assusta por ser uma ação, a exemplo do contemplar, do cheirar, do tocar e do sentir o gosto na boca depois do lamber e do mastigar. E ainda… do aconselhar.

Por isso, ainda aconselho: Seja cauteloso quando declarar o teu amor a alguém (ou o teu desamor) já que a ação é tua em formas de palavras, dúvidas, espaços, medos e muitas reticências…

Depois de ter escutado este pensar gravado, espero que o tornes teu. E que ele desencrave as tuas palavras presas, fazendo-as ecoar por meio das minhas…

Tudo bem se você quiser deixar estas minhas palavras presas (aqui) para repensar se farás uma declaração de amor por ser melhor o silêncio...

______

Nesta recente experiência em gravar textos. Eu gravo de improviso. Depois de ouvir decido se divulgo ou não. Este decidi divulgar. Se quiser marque no “CORAÇÃOzito” aí. Achou válida esta experiência? Recomenda.

Abraço, da FRANcinete.