Primeiro implante de olho biônico para a degeneração macular

O implante de retina converte as imagens de uma mini câmera de vídeo acoplada em um óculos.


Um homem britânico de 80 anos se tornou a primeira pessoa no mundo a receber um implante biônico de olho capaz de corrigir a degeneração macular relacionada à idade — a causa mais comum de perda de visão em adultos. Antes da operação, que ocorreu no Manchester Royal Eye Hospital, Ray Flynn já não tinha visão central e precisava confiar apenas em sua visão periférica. Isso o incapacitava de exercer funções simples do dia a dia, como ler e pagar uma conta.

Argus II, o implante fabricado pela empresa americana Second Sight, recebe a sua informação visual de uma câmera em miniatura montada nos óculos usados ​​pelo paciente. As imagens são convertidas em impulsos elétricos e transmitidas para uma matriz de elétrodos ligados à retina. Assim, os elétrodos estimulam as células da retina, que enviam a informação para o cérebro.

Em um teste feito duas semanas após a cirurgia, Flynn foi capaz de detectar o padrão de linhas horizontais, verticais e diagonais em uma tela de computador usando o implante. Ele manteve os olhos fechados durante o ensaio para que a equipe médica pudesse ter certeza de que a informação visual estava vindo através da câmera em seus óculos e do implante.

O implante de olho biônico foi anteriormente usado para restaurar parte da visão de pacientes cegos, como resultado de uma condição rara conhecida como retinite pigmentosa. Esta é a primeira vez que foi usado em um paciente com degeneração macular. A cirurgia bem sucedida deste olho biônico fornece a esperança para aqueles que sofrem desta doença que afeta cerca de 25 milhões de pessoas em todo o mundo.

Fonte: Second Sight

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.