Wearable identifica emoções humanas

A tecnologia revela as emoções do usuário utilizando sensores que captam dados fisiológicos relacionados ao sistema nervoso.

Pesquisadores do laboratório MIT Media Lab, parte do departamento de pesquisa do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, EUA, desenvolveram um dispositivo wearable capaz de reconhecer diferentes emoções. Em forma de pulseira, o sistema de reconhecimento afetivo ganhou o nome de Moxo, e promete ser um importante recurso para auxiliar usuários a identificar e gerenciar suas próprias emoções.

Para funcionar, o dispositivo utiliza dois sensores que medem alterações na condutância da pele. Esta avaliação permite mensurar aspectos eletrofisiológicos encontrados no tecido cutâneo para revelar informações significativas sobre o sistema nervoso simpático — parte do sistema nervoso responsável por estimular ações que permitem que o organismo responda a situações de estresse, como lutar, fugir ou entrar em uma discussão.

A fim de obter um panorama mais preciso, os sensores foram combinados com câmeras GoPro para capturar o momento exato em que uma pessoa entrou em um pico emocional. A técnica, denominada como “emototyping” (“emodigitação”, em tradução livre), auxilia o dispositivo a criar um perfil emocional mais aprofundado. De acordo com os pesquisadores, o sistema pode não só sinalizar o estresse como indicar sinais de desinteresse, tédio e até mesmo sintomas de depressão.

O sensor, que se encontra em fase prototipal, está sendo utilizado para medir os níveis de estresse de crianças com autismo em terapia ocupacional. Aplicações futuras incluem o estudo de outras linhas de terapia e a análise da reação emocional em produtos na área de educação e saúde. O objetivo é trazer maior conforto e compreensão sobre a respostas emocionais e individuais a uma ampla gama de estímulos e ambientes.

Fonte: Moxo

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.