Anéis biométricos poderão substituir senhas, cartões e chaves no futuro

Por Redação

O Token reúne todas as chaves digitais que precisamos em nosso cotidiano

Anéis inteligentes não são, necessariamente, uma ideia inovadora. Eles já estão por aí, mundo afora, rastreando atividades físicas, realizando pagamentos e até mesmo notificando crimes. Mas até agora nenhum deles mostrou ser capaz de nos identificar e autorizar nossas transações onde quer que estivermos.

Isso até o Token chegar ao mercado.

Os novos anéis biométricos

Token é um anel biométrico que pode ser usado para abrir as portas de casa, dar a partida em veículos, fazer transações com cartão de crédito e até mesmo acessar o computador. O equipamento reúne todas as chaves digitais que precisamos em nosso cotidiano:

Token é o único lugar onde todas as suas chaves digitais estão online — cartões de crédito, chaves de casa, credenciais do site, cartões de trânsito, chaves do carro, seu crachá de acesso — estes são todos os artefatos que você usa para provar quem você é. — Melanie Shapiro (CEO da Tokenize)
O Token pode ser usado para abrir portas (Crédito: Stephen S. Reardon Photography)

O wearable foi desenvolvido pela empresa Tokenize com o objetivo de deixar as pessoas mais seguras e reduzir os riscos de ataques cibernéticos. Afinal, como consumidores na Internet, estamos sujeitos a ter nossos dados, nossa identidade e nossas vidas digitais roubadas por criminosos.

Nós construímos Token porque não estamos bem com um futuro onde as pessoas não se sentem seguras on-line. — Melanie Shapiro (CEO da Tokenize)

Um dos fatores que contribuem para a prática de crimes cibernéticos é justamente a autenticação online. Nem sempre é suficiente redefinir a senha ou ativar a autenticação de duas etapas para ficarmos mais seguros na rede. Isso sem falar no tempo despendido para resolver essas pequenas tarefas.

Em um mundo virtual cheio de pessoas desconfiadas, temerárias e cansadas, anéis biométricos como o Token podem ser uma possível solução para aumentar nossa segurança, ao mesmo tempo em que nos poupam tempo.

Conhecendo o Token

O Token usa sinais Near Field Communication (NFC) e Bluetooth, e é protegido por impressão digital. Logo, o usuário somente consegue acessar as informações armazenadas no dispositivo usando a identificação biométrica.

O Token também pode ser utilizado para acessar o computador (Crédito: Stephen S. Reardon Photography)

Caso o usuário decida retirar o anel do dedo, sensores ópticos internos automaticamente bloqueiam o equipamento até a nova verificação de impressões digitais, diminuindo assim o risco de fraudes.

A Tokenize estima que a bateria do Token poderá durar até três semanas. Cada anel vem com o seu próprio suporte de carregamento sem fio. Além disso, sensores inteligentes avisam o usuário sempre que a bateria estiver próxima de 30% de energia restante.

Os anéis inteligentes são ainda capazes de efetuar transações comerciais (Crédito: Stephen S. Reardon Photography)

A Tokenize vem trabalhando com grandes empresas para garantir que o produto seja funcional. Até o momento, a lista de parceiros inclui a Visa e a MasterCard para informações financeiras, e a Microsoft e a HID Global para recursos de armazenamento de senha.

O Token já está disponível para pré-encomenda no site da Tokenize pelo valor de US$ 249 até US $ 299, conforme o acabamento escolhido. As primeiras unidades serão enviadas em dezembro de 2017.

Fonte: Futuro Exponencial