Inovação: quando a vanguarda e o contemporâneo se integram

Por Leonardo Jacques

Manter a mente aberta é se preparar para o futuro (Crédito: Shutterstock)

Inovação realmente é uma das palavras do momento. Podemos percebê-la em nosso cotidiano, não só em nossa vida como profissional como pessoal.

Por exemplo, anos atrás, quando participávamos de cursos ou treinamentos, os fechamentos/avaliações normalmente contemplavam o preenchimento de questionários de satisfação que, mesmo sem observarmos, absorviam-nos um recurso fundamental — o tempo.

Tempos passados, tempos futuros

Além de termos de fazer os devidos registros, mais alguém ainda teria que fazer a compilação dos dados (e claro, aqui nem estamos citando o fato de ter que aguardar os resultados finais para apreciá-los).

Agora, os mesmos treinamentos já podem ter seus códigos de barra, e, ao final dos eventos, com o uso de smartphones, participantes já podem deixar suas considerações e interagir sobre tudo o que foi visto.

Ainda na questão educação, lembro-me do inicio de minha vida acadêmica, em meados dos anos 90, quando dificilmente poderíamos pensar que a realização de atividades com virtualidade — por mais que já anunciadas — teriam a aderência e, consequentemente, o grau de utilização de hoje.

Não precisamos mais nos preocupar em não estar presentes em aulas, congressos, seminários, pois muito provavelmente as mesmas já estejam disponíveis através de recursos como redes sociais ou outros tipos de mídia.

Não precisamos mais nos preocupar em não estar presentes em aulas (Crédito: Shutterstock)

Nos relacionamentos empresariais, várias situações que antes pareciam ser tendências viraram realidade, como a existência dos ambientes de co-working.

Com certeza, a relação de compartilhamento entre empresas foi composta de grandes dúvidas, mas agora já é possível afirmar que é sim uma grande ideia, e não somente pela redução dos custos — que certamente são fundamentais — mas pela capacidade de interatividade e conectividade que profissionais dos mais diferentes “business” podem trazer uns aos outros.

Em grandes organizações essa atitude também tem ganhado força. O marco pode ser sim as corporações mais abertas, porém, devido ao avanço gigantesco da tecnologia e da necessidade de gestão de conhecimento, em vários outros tipos de empresa ambientes celulares ou salas fechadas têm sido repensados e até mesmo abolidos.

Agora, pense na sua vida pessoal, onde invariavelmente você acredita que a inovação tende a chegar com uma intensidade menor.

Você já teve a experiência de ter que buscar algum tipo de produto ou serviço, pensar em procurar pela Internet ou por alguma indicação e, de repente, dar-se conta de que o anúncio pode estar em um saquinho de pão na padaria?

Pois bem, a mim já aconteceu. Foi algo fantástico ver a divulgação de possíveis parceiros de negócio no momento em que fazia as compras para o café da manhã.

A inovação nas pequenas coisas

Com uma ação inovadora e empreendedora, empresas dos mais variados segmentos apresentam-se aos consumidores finais divulgando suas expertises em algo que não pode ser considerado um outdoor — como os sacos de pão — mas com grau de abrangência bastante interessante.

Agora, percebam que para todas estas citações em nossa vida contemporânea há uma condição de vanguarda, que é a necessidade de adaptação. É fundamental que possamos estar muito atentos, pois sempre discutimos em nossas famílias ou em nosso trabalho que deveríamos estar preparados para mudanças, e trabalhar para aceitá-las.

O futuro realmente já chegou (Crédito: Shutterstock)

Quando observamos todos estes fatos acima relacionados, e tantos outros que nos circundam, podemos ter certeza de que o futuro realmente chegou, e tudo aquilo que anteriormente falamos aconteceu.

Porém, não se pode esquecer que o século XXI apenas começou, e com certeza ainda muito veremos em nossas vidas. Mantenha sua mente aberta, faça sempre avaliações pensando no lado positivo, imaginando que mudanças servirão para nosso bem estar.

Prepare-se para o futuro, pois inovação será um termo que, de acordo com nosso comportamento, poderá ser considerada como exemplo do mundo contemporâneo ou vanguarda.

Fonte: Futuro Exponencial

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.