Sugestão legislativa pede a redução de impostos sobre jogos

Imagem oficial do post feito pelo Senado Federal no Facebook

É, a galera gamer sofre bastante com os altos impostos atrelados aos jogos em geral. Sempre é difícil a gente conseguir comprar aquele lançamento que estamos esperando anos por causa desse preço final exorbitante. Além disso, 71.8% do preço final de consoles são impostos. Só lembrando, em 2013, tivemos o PlayStation mais caro do mundo, que chegou a custar R$ 4000,00. Ah, não podemos esquecer também que a saída da Nintendo do Brasil, segundo eles mesmos, foi grande parte causada exatamente por esta alta carga tributária.

Porém, uma notícia ótima para nós surgiu essa semana no Senado. Dá uma olhada e me diz se não é pra ficar tão feliz quanto matar seu primeiro dragão no Skyrim:

“A Sugestão Legislativa (SUG) 15/2017, que prevê redução de impostos em jogos eletrônicos, começa a ser discutida na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) do Senado. A proposta foi apresentada por meio do portal e-Cidadania, no qual qualquer cidadão pode apresentar ideias de projetos de lei.
 
 Apresentada em 8 de maio, em apenas um dia a ideia recebeu mais de 20 mil manifestações de apoio de outros internautas — número necessário para o envio à CDH, conforme estabelece a Resolução do Senado Federal nº 19/2015.
 
O autor, conforme consta de sua justificação, considera alta a carga tributária incidente sobre esse tipo de produto e entende que isso desestimula os brasileiros e comprarem games. Por isso, propõe fixar em 9% os impostos cobrados nesses jogos. O senador Telmário Mota (PTB-RR) foi designado relator da matéria e deve emitir parecer inicial sobre a Sugestão.
 
Assim como o autor da SUG 15/2017, qualquer cidadão pode propor ideias legislativas por meio do portal e-Cidadania do Senado. Acessando o sistema, é possível cadastrar a proposta, que fica disponível para que outros internautas a conheçam. Se pelo menos 20 mil internautas, em um período de 120 dias, manifestarem apoio à ideia, ela será levada para deliberação na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa do Senado, que decidirá se a transforma em projeto de lei ou se a arquiva.”

Agora sim, hein! \o/

Vamos acompanhando as novidades e postando por aqui, podem ficar tranquilos!

~Zatoishi

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.