Caçadores de emoção

Gerson Kauer
Aug 8, 2016 · 3 min read
Prometeu acorrentado

Vou lhe rogar uma praga: Que você seja honesto, trabalhador, idealista e abra uma empresa no Brasil.

Não, não! Este negócio de se atirar de avião e vestir o paraquedas no ar não é radical. Não vá à caça de tornados, não se dedique a domar tigres selvagens. Abra uma empresa no Brasil, daí você ganha meu respeito. Desafiar traficante, encarar mafioso? Nhé! Fique sem pagar impostos para ver o que é ser perseguido, inviabilizado e observado. Ou então, a outra alternativa, pague todos os impostos. Você se sentirá um burro de carga. Será visto como um perfeito idiota. Você sustentará malandros, incompetentes e bandidos.

Então você gosta de emoções saturadas? Raiva, adrenalina, medo…Não! Não se dedique a fotografar vulcões em erupção, não vá viver entre os gorilas, não pise no ninho das cascavéis, não vá documentar guerrilhas. Procure seu contador e abra uma empresa no Brasil. Você será então, destemido. Iniciará uma jornada por caminhos ameaçadores, será soterrado por avalanches burocráticas, empreenderá uma caça a talentos raros. Cairá em armadilhas de jeitinhos, será alvejado por zarabatanas e seus dardos envenenados de corrupção, conhecerá seres estranhos que vivem em sombras de esquemas.

Se você tem tendências masoquistas, esqueça o chicote, abandone os suaves talhos de Gillette nas virilhas. Cera derretida e choques nos mamilos serão coisas de criança. Empreenda no Brasil e você viverá

o mito moderno de Prometeu. Será acorrentado a uma enorme pedra tributária, enquanto um governo abutre vem, diariamente, comer um pedaço do seu fígado. E você terá que regenerá-lo para a refeição de amanhã.

Você entregará produtos suíços por preços indianos, dedicará mais horas do dia ao seu negócio do que a qualquer outra coisa. E será chamado de capitalista, opulento, burguês explorador. Você sentirá dúvidas lancinantes, você conviverá com incompetências. Cairá no limbo da ausência de comprometimento. Você será chicoteado por críticas, elas lhe sangrarão o ânimo. Você experimentará um medo indescritível: o medo do dia seguinte. Você será cobrado por preços, por prazos, por custos. Por eficiência, agilidade, criatividade e excelência. Deverá ter a obrigação de ser inovador e ter sucesso enquanto navega contra o vento. Você pagará por tudo. Você pagará por nada!

Isso, meu amigo, é masoquismo, não aquela prancha com pregos ou aquele garrote genital.

Mas você se sentirá livre, fará seu horário, sua rotina, e quando sobrar, seu salário. Será o dono supremo de sua cela. Se você não desistir, se for muito, mas muito teimoso, finalmente produzirá alguma riqueza. E alguns dirão que você teve sorte, ou que roubou. Se você é uma dessas pessoas que não consegue viver de outra forma, que só é feliz com desafios e sonha em ter um negócio próspero e transformador, você é um caçador de emoções. Você é feito do material do qual são feitos os heróis. Loucos, cansados, mas heróis.

E um dia, meu amigo, conseguiremos desacorrentar, uma mão que seja, daquela pedra. Então pegaremos aquele maldito abutre de jeito.

Gerson Kauer

Crônicas e reflexões sobre este mundo, e outros.

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store