Quem é Jesus?

“Que é mais fácil dizer ao paralítico: ‘Os seus pecados estão perdoados’, ou: ‘Levante-se, pegue a sua maca e ande’? Mas, para que vocês saibam que o Filho do homem tem na terra autoridade para perdoar pecados — disse ao paralítico — eu lhe digo: Levante-se, pegue a sua maca e vá para casa. Ele se levantou, pegou a maca e saiu à vista de todos. Estes ficaram atônitos e glorificaram a Deus, dizendo: ‘Nunca vimos nada igual’!”. (Marcos 2:9–12 — NVI)

Antes de curar o paralítico, Jesus havia falado para ele: “Filho, os seus pecados estão perdoados”. Haviam ali alguns mestres da lei que ficaram indignados com essa afirmação, e com certa razão! — Tente por um minuto visualizar a seguinte situação: Imagine que você tem uma séria discussão com seu irmão. No calor da briga, ele te empurra, você cai, bate a cabeça na mesa e se machuca bastante. Sua irmã, que está ao lado, vendo tudo o que aconteceu, vai até o seu irmão e lhe diz: “Eu perdoo você por ter empurrado nosso irmão!”. Isso não faz nenhum sentido, concorda? Como ela pode perdoar algo que não foi feito contra ela? Só você pode perdoar ou não o seu irmão que lhe fez mal. — Quando nós pecamos, o fazemos contra Deus, e só ele pode nos perdoar! Quando disse aquilo, Jesus está assumindo publicamente que é o próprio Deus!

O que é mais fácil dizer? “Seus pecados estão perdoados”, ou “Levante-se e ande”? Aparentemente Jesus está dizendo que qualquer pessoa pode dizer “Seus pecados estão perdoados”, mas nem todos podem curar. — Por outro lado, Jesus também pode estar dizendo que qualquer curandeiro pode curar, mas somente o Salvador do mundo pode perdoar pecados! — Somente Deus poderia curar o paralítico e também perdoar seus pecados. A cura foi realizada para que todos vissem que Jesus é Deus!

Hoje, Jesus pode lhe dar tudo o que o seu coração deseja. Pode realizar qualquer sonho! Mas ele também pode lhe dar algo muito mais profundo, algo que supera qualquer um de seus desejos e anseios materiais: Somente Jesus pode lhe dar o perdão dos pecados e a vida eterna! Amém?