28

Por Brunna Soares

Ilustração da série Sobre Amor e Outros Peixes, de Eva Uviedo
Epílogo
19=28
28ª translação
número-signo
do ser: una
nascer
é só
o primeiro trauma

28 quando fomos
dois infinitos.
28 quando fui
dividida em antes
e depois.

dois aniversários,
à solidão, comemoro.
em março, em dezembro,
fecho os olhos e assopro
– fogo aceso.

atravessando as estações
na minha terra, cultivo
traumas.
e os renego.
a cada inverno,
nua volto
ao útero.

à celebração
do que vive,
à celebração
do que morre,
brindo uma taça
de lágrimas com riso
imaturo.

ao rito que me iniciou, 28!
símbolo-sim,
símbolo-não.
a vida girando
em 28 voltas
em torno do sol.


Ilustração por Gabi Cesar

Baixe a terceira edição de Granada em PDF! Clique aqui.

Estamos também no FacebookTwitter.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.