Jane Austen no Século XXI

Elizabeth e Mr. Darcy mandando whatsapp

Na época de Jane Austen, uma história de amor poderia perdurar por muitos meses em desencontros.

Agora imagine Jane Austen no século XXI tentando convencer o leitor de que o reencontro entre duas pessoas é algo complicadíssimo e leva muitas páginas para se concluir.

O leitor, com certeza, responderia: “Pra começar, Jane, hoje temos tecnologias que tornam o desencontro quase impossível”.

“O Mr. Darcy do século XXI tem um Iphone7, que ele carrega no bolso. Faz check in em cada restaurante e mansão que frequenta. Se de repente bateu uma vontade de mandar a ‘real’ pra Elizabeth, é simples, esquece esse negócio de carta! Basta enviar uma mensagem pelo Whatsapp (sem emoji porque Mr. Darcy é bastante contido):

- Oi, Elizabeth, beleza? É o seguinte, você é pobre, sua família é meio tosca, mas estou apaixonado por você.

Elizabeth não tem Iphone, porque a família dela tem menos condições que a de Darcy, portanto contenta-se com um ZenFone. Mas não tem problema, porque o ZenFone também permite que a Elizabeth faça check in nas casas das vizinhas e das tias normalmente e use o Whatsapp.

Elizabeth fica online e lê a mensagem. Os dois risquinhos azuis aparecem na tela do Mr. Darcy.

Ela começa a pensar numa resposta…pensa, consumindo os minutos…

Darcy começa a ficar nervoso: “Caramba, será que a Elizabeth tá me ignorando?”. Respira fundo, deixa o celular de lado e vai dar uma volta a cavalo. Elizabeth continua pensando, num turbilhão de emoções! Quando Mr. Darcy volta do passeio, 20 minutos depois, Elizabeth já fez um textão sobre ele no Facebook”.

É provável que assim eles se odiassem para sempre e a tal história de amor acabasse antes mesmo de começar.

Jane, é assim que vivemos os amores: impetuosos, porém frágeis, e dinâmicos como a nossa própria tecnologia.

É preciso o mistério, os desencontros e mal-entendidos, seguindo-se a um longo período de contemplação e distância, para que os amores verdadeiros floresçam?

Quem sabe o mundo atual não mereça esse tipo de romance.


Capa por Nova Heart, design by Gordura

Acesse aqui a quinta edição de Granada.

Estamos também no Facebook Twitter.

zinegranada.com.br