Amor na ponta do dedo

Pixabay

— Baixa na lojinha de aplicativos, vai ser legal.

— Não sei, nem sei como se usa.

— É fácil, só se cadastrar, preencher umas coisinhas e pronto ! Só navegar nos perfis e conferir as fotos se gostar de alguém clicar em Match.

— Sei… Tipo aqueles restaurantes que passam diversos pratos de comida japonesa em uma esteira…

— Isto. Só que não engorda.


Sábado, 14 horas, aplicativo baixado, tudo preenchido. Vou arrumar a casa, já que vai que rola com alguém.

Estes aplicativos devem ter um pico de utilização nos sábados a tarde, penso em voz alta. A noite se aproximando e a sensação que a única companhia será aquele filme romântico meloso da TV aberta, ou uma maratona de séries em algum serviço de streaming.

Não que seja um desespero encontrar alguém. Estou legal assim. Mas também é bom as vezes. Aquela meia garrafa de vinho uruguaio na porta da geladeira vai ajudar. Vou pegar uma taça.

Ok, ok. Foco garota.

Primeiro perfil, cara malhado, sem camisa. Fotos com vários amigos, copinho de enérgico com vodka na mão.

Annn, não. Próximo.

Mais velho, ok. Bem vestido até demais. Vou ter que usar roupa social para sair com ele ? O detalhe que mata: Aliança na mão esquerda. Casado.

Até já rolou uma vez, e azar foi bom, mas não é o que quero agora. Próximo

Gurizão, magrelo. Óculos. Camiseta de desenho japonês... Qual o nome certo… Anime !

Tem aquele texto que diz que os nerds mandam bem. Será? E também tem aqueles animes com tentáculos surgindo de portais e penetrando as garotas por todos orifícios possíveis. Medo. Ok, não seria tão ruim rolar umas fantasias com cosplay. Mas acho que não bateu… Próximo.

Ruivo, barbudo. Roupa de lenhador. Bicicleta e cerveja artesanal.

Interessante, mas muito modinha. E minha bicicleta virou cabide de roupas.

Este rodízio de estereótipos está me deixando angustiada. Será que estou sendo chata? Preconceituosa ? Generalizando ?

Talvez o cara casado seja inteligente e bom de papo. Talvez o barbudo seja mega carinhoso. Quem sabe o nerd é bom de cama e o malhado me pegaria com jeito?

Ou quem sabe apenas não consiga achar atraente escolher alguém pra passar a noite em uma vitrine, sem ouvir a voz, sem ver os olhos, sem sentir o cheiro.

Acho que isto não é pra mim. Ainda tem vinho, o que será que tem de novo no Netflix…


— E aí, que fez sábado a noite ? Encontrou alguém ?

— Não… Mas vi um filme ótimo.

— Que pena. Mas olha pelo lado bom, depois do trabalho vamos a um barzinho com os colegas comemorar o aniversário do colega novo do setor, e ele parece ser um cara bem legal. E é solteiro. Quem sabe?


Clique no ♥ ali embaixo e o amor da sua vida voltará em 3 dias.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.