Você sabe o que é necessário para administrar uma pequena empresa?

​Até já imagino sua resposta para a questão que nomeia o post de hoje: “Claro que sei! Garra, força de vontade, honestidade…” Sim, você está inteiramente certo! Só que, para uma boa administração de uma pequena empresa, é preciso adotar algumas condutas e atender requisitos essenciais — como a elaboração de um plano de negócios, por exemplo.

Para esclarecer tudo o que você precisa saber sobre como administrar uma pequena empresa, preparei o post de hoje. Acompanhe as minhas dicas!

Conheça a fundo o ramo no qual atuará

Muita gente pensa que basta identificar um ramo próspero, que esteja “bombando”, e se aventurar. Mas, lançar-se em aventuras é coisa para o Indiana Jones, não para nós, verdadeiros empresários.

Ao pensar em consolidar uma marca, ou estar no Top 10 do seu ramo, você terá que conhecer todos os aspectos do negócio: desde a infraestrutura necessária, passando pelos suprimentos, quais os tipos de funcionários se adequarão melhor a ele, e mais uma série de “detalhes” que só alguém com profundo conhecimento do ramo é capaz de usar a seu favor.

Isso não significa que você não possa aprender: no caso do ramo que está em evidência, vale se interessar, buscar autoridade no assunto e arregaçar as mangas!

Faça uma gestão financeira séria

Quantas vezes eu já vi gente altamente qualificada, com capital de giro disponível e munida de boa vontade e força de trabalho perder-se na gestão financeira de uma pequena empresa! Triste, mas, verdadeiro. De nada adianta investir alto em um negócio se você não fizer uma gestão financeira saudável e equilibrada.

Delegue tarefas, mas assuma a responsabilidade

Administrar uma pequena empresa requer pulso e presença constantes. Delegar funções e responsabilidades faz parte de uma boa administração, mas deixar tudo nas mãos de outras pessoas é prejuízo na certa.

Deixar seu negócio nas mãos de funcionários — por maior que seja sua confiança em um gerente, diretor, ou outro colaborador — , é ótimo, desde que ele tenha muito claro que é você que está no comando e sabe tintim por tintim o que acontece na empresa.

Ah, e que isso não se torne prática habitual: sua empresa dificilmente anda tão bem quando você está ausente, preste atenção a isso!

Mantenha absoluto controle sobre seu estoque

Seja lá qual for o tamanho do seu estoque — se são apenas alguns itens em uma prateleira, ou caixas e mais caixas no almoxarifado — , mantenha total controle sobre ele. É nele que estão seus recursos, seu material de trabalho.

Faça contagens, use planilhas que possibilitem uma clara visão de cada mercadoria e/ou produto. Uma boa dica que te dou é que escolha um sistema de gestão. Não permita perdas, cuide do que é seu!

Escolha bem sua equipe

Na gestão da pequena empresa, é comum, ao surgir uma vaga a ser ocupada, que funcionários mais antigos indique amigos ou parentes — e aí vira aquela bagunça! Tenha uma visão profissional do processo de contratação de pessoal, sempre se baseando em análise de curriculum, experiência na área e, acima de tudo, na honestidade comprovada de quem vai te ajudar a levar sua pequena empresa a ser grande.

Viu como nem tudo é tão simples como imaginamos e há mais coisas entre o primeiro e o mais alto degrau do sucesso empresarial do que supõe nossa vã filosofia? Pois é, a maneira como administrar uma pequena empresa é decisiva para ela crescer e se tornar um caso se sucesso ou desaparecer entre tantas outras.

Gostou do assunto de hoje? Tem alguma dúvida? Deixe seu comentário!

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.