Memória da Propaganda Brasileira (1): Xarope Bromil e Olavo Bilac

Três anúncios do xarope Bromil “estrelados” por Olavo Bilac, o “Príncipe dos Poetas Brasileiros”.

Era o início do século XX. O xarope Bromil (lançado pelo laboratório Daudt, Freitas & Cia — depois, Daudt & Oliveira — , fundado por João Daudt Filho, em 1882) prometia curar qualquer tosse em 24 horas e ficou conhecido popularmente como o xarope “amigo do peito”, a partir de uma impressionante e eficaz campanha publicitária nos principais jornais e revistas do Rio de Janeiro.

Daudt, além de grande empreendedor, era um amante das artes e da literatura, o que facilitou a adoção da estratégia desenvolvida por Felipe Daudt d’Oliveira, seu sobrinho e responsável pelo marketing do laboratório. Felipe, que além de farmacêutico, era também poeta e amigo de grandes intelectuais da época, com sua visão vanguardista, contratou alguns dos maiores nomes da cultura brasileira da época para as campanhas publicitárias da empresa.

Para anunciar as qualidades do xarope Bromil, por exemplo, Felipe contratou o grande poeta Olavo Bilac, que em um anúncio vinculado primeiramente no Jornal do Brasil em 1912, testemunhou as qualidades terapêuticas do xarope. Anos mais tarde, o pintor Di Cavalcanti se iniciou na publicidade, desenhando um anuncio do Odol, outro produto do laboratório, e Graciliano Ramos e Carlos Drummond de Andrade votaram nos melhores contos para a revista “Boa Nova”, do laboratório Daudt. Mas, isso já é outra história que contaremos em outra oportunidade.


A seguir, três anúncios do xarope Bromil “estrelados” por Olavo Bilac, o “Príncipe dos Poetas Brasileiros”, todos centrados na carta escrita pelo poeta em agradecimento à cura de uma “bronquite pertinaz”. Todos os anúncios foram publicados na revista “Fon-Fon”. Hoje, a marca Bromil pertence ao laboratório EMS e ainda está à venda nas principais farmácias do Brasil.

Primeiro anúncio

Srs. Daudt & Oliveira:
Tenho a maior satisfação em declarar que, sofrendo de uma bronquite pertinaz, fiquei radicalmente curado com o uso do Bromil. Podem fazer desta carta o uso que lhes convier.
Rio, 5 de abril de 1910
Olavo Bilac

Segundo anúncio


Terceiro anúncio

Like what you read? Give Cláudio Soares a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.