Hipnose e Tricotilomania


Introdução

A tricotilomania é um transtorno do controle dos impulsos, causando a compulsão de puxar os cabelos, cílios e sobrancelhas. Aqueles que sofrem deste transtorno geralmente apresentam áreas calvas notáveis, as quais tentam encobrir com penteados, perucas ou roupas.

Os cabelos são geralmente arrancados fio por fio com os dedos ou com uma pinça, ao ler, pensar ou ver televisão, e com frequência sem que estejam conscientes do seu comportamento. O ato de puxar os cabelos também pode ocorrer durante o sono.

A tricotilomania (também referida como TTM), afeta entre um e três por cento da população e estima-se que afeta sete vezes mais mulheres do que homens.

Pesquisas

As pesquisas sobre as causas da tricotilomania estão ainda em estágios iniciais. As evidências preliminares sugerem que é uma desordem neurobiológica.

Em alguns casos, a mania de puxar os cabelos tem início durante uma época de estresse. Pode assemelhar-se a um hábito, um vício, um transtorno de tiques ou um transtorno obsessivo-compulsivo.

Para alguns, a tricotilomania pode ser tratada com um pouco de atenção e concentração extras. Para outros, a compulsão pode ser tão forte a ponto de interromper a rotina diária daqueles que sofrem deste transtorno.

Nenhum tratamento mostrou-se eficaz para todos.

A terapia comportamental cognitiva procura interceptar a atividade que desencadeia a compulsão de puxar os cabelos.

Alguns medicamentos, incluindo os inibidores seletivos de recaptação de serotonina (como o Prozac ou o Zoloft) apresentaram redução da gravidade dos sintomas. No entanto, a medicação não é geralmente a forma inicial de tratamento da tricotilomania.

As terapias alternativas, incluindo a hipnose, mudanças na dieta e exercícios físicos têm sido bem-sucedidas no tratamento de alguns doentes.


FONTE: ninemsn | News, Sport, Finance, Lifestyle, TV, Competitions, Horoscopes, Daily Quiz
Tradução: SBHH — Sociedade Brasileira de Hipnose e Hipniatria
Publicado originalmente pela e̶x̶t̶i̶n̶t̶a̶ SBHH.


Lembre-se também de comentar, recomendar este texto para outros leitores, (para isso, basta clicar/tocar no 💚 logo abaixo do texto), e compartilhar com seus amigos nas redes sociais! 😉


Originalmente publicado em www.SamejSpenser.com.br.

Like what you read? Give Samej Spenser a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.