Terapia é coisa pra corajoso!

Samej Spenser
Apr 24, 2011 · 4 min read

Recentemente, fui adicionado em um grupo no facebook, (Central do Terapeuta-HIP-TVP-TR-Holíst.-Psicanál.-Psico-Fisio-Saúde), administrado pela minha amiga Martha Mendes. E em uma das postagens do grupo, descobri este maravilhoso (e verdadeiro) texto, publicado por Daniela Palmeira. E devido a veracidade do texto, resolvi publicá-lo aqui para que vocês possam também se deliciar!


Apesar de toda evolução científica que observamos todos os dias, percebe-se o grande número de pessoas que veem a psicoterapia como algo “de outro mundo”, ou como “coisa de louco”, ou ainda como último recurso, quando já se chegou ao fundo do poço e já não se sabe mais o que fazer.

Acredito que este tipo de crença está baseado no medo. No medo de realizarmos descobertas em nós que não nos agrada tanto e que, por isso mesmo, é melhor ficar escondido a sete chaves!

“O que você faria se não tivesse medo?”

Na minha vivência em consultório percebo esse movimento todos os dias. Quando parece que o indivíduo vai começar se movimentar no sentido de transformar crenças, padrões de comportamentos e atitudes, de repente desiste da terapia, justificando que está sem dinheiro; ou que nada muda, então não adianta; que está cansado; com problemas na família; alguém doente, enfim, inúmeras justificativas para continuar no “velho jeitinho de funcionar”.

Claro que, algumas vezes, existem motivos realmente concretos que impedem o andamento do processo psicoterapêutico, no entanto, na maioria dos casos, observo uma dificuldade muito grande de continuidade por medo inconsciente de sair do padrão que estão acostumados a viver e, sendo assim, se torna muito mais fácil continuar do jeito que está.

Transformar atitudes, crenças, comportamentos já padronizados exigem de nós comprometimento, disciplina e, sobretudo coragem:

  • É preciso muita coragem pra admitir que temos esse ou aquele comportamento que causa nosso sofrimento, mas também nos mantém numa zona de conforto;

Enfim, somente aquele que está comprometido com seu próprio crescimento (mental-emocional-espiritual) pode desenvolver a coragem suficiente para olhar para suas dores, sua sombra e extrair delas a lição necessária para ir ao encontro de sua luz!

Por isso que eu digo: Terapia é coisa pra corajoso!

Daniela M. P. Azevedo
Psicóloga e Psicoterapeuta complementar.
Formada em Psicologia Clínica, especialista em Psicologia Clinica/Hospitalar pela FMUSP. Formação em Terapia Regressiva com Milton Menezes e Hans TenDam e formação (em andamento) em DMP (Deep Memory Process) com Roger Woolger.
Site: www.essenciadoserpsicologia.com.br
Telefone: (11) 3699–3517
Osasco/SP.


Lembre-se também de comentar, recomendar este texto para outros leitores, (para isso, basta clicar/tocar no 💚 logo abaixo), e compartilhar com seus amigos nas redes sociais! 😉


Receba novidades e notícias sobre a hipnose em primeira mão diretamente no seu celular. Entre para o canal HP News no Telegram:

HP News | Telegram

Originalmente publicado em www.SamejSpenser.com.br.

Hipnose Prática

Publicações sobre Auto-Hipnose, Hipnose, Hipnoterapia, Hipnose Clínica e demais temas relacionados.

Samej Spenser

Written by

Brazilian; Hypnotherapist, Mental Reprogrammer, beer (and coffee) lover, podcaster and bearded. http://about.me/SamejSpenser

Hipnose Prática

Publicações sobre Auto-Hipnose, Hipnose, Hipnoterapia, Hipnose Clínica e demais temas relacionados.

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade